Novo decreto determina retorno de servidores afastados

Boletim epidemiológico registra 1.454 casos confirmados de covid-19 em Divinópolis

 Da Redação 

Decreto 13.955, publicado hoje pela Prefeitura,  traz alterações na rotina do trabalho de servidores municipais, revogando deliberações de decretos anteriores.

Os servidores afastados do trabalho somente em razão da faixa etária, com 60 anos ou mais, deverão retomar as atividades presenciais, de acordo com as normas da Secretaria Municipal de Administração (Semad).

Os trabalhadores afastados por apresentarem comorbidades deverão permanecer em regime de home office e aguardar a convocação da Semad para perícia médica.

O documento também determina a alteração da escala de trabalho dos servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com 50% do pessoal atuando em cada turno, seguindo os horários de expediente da administração em geral.

Boletim 

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) ontem à tarde confirma mais 215 notificações e 28 casos de coronavírus em Divinópolis, totalizando 1.454 pacientes.

Os dados mostram que Divinópolis soma 55 mortes, 12.964 notificações, 556 casos descartados, 1.351 recuperações, além de nove pessoas aguardando resultado dos testes. A taxa de isolamento social no município é de 33%.

Em relação às notificações, o boletim registra 76 casos suspeitos para pacientes menores de um ano; 281 entre 1 e 4 anos; 210 entre 5 e 9 anos; 713 entre 10 e 19 anos; 6.364 entre 20 e 39 anos; 3.953 entre 40 e 59 anos; além de 1.367 pessoas com 60 anos ou mais. A população do sexo feminino compreende a maioria das notificações, com 6.851. Enquanto isso, 6.113 casos suspeitos são do sexo masculino.

Quanto aos casos confirmados, a faixa etária mais atingida é entre 20 e 39 anos, com 588 pessoas. Quatro pacientes possuem menos de um ano de idade; 16 entre 1 e 4 anos; 17 entre 5 e 9 anos; 48 entre 10 e 19 anos; 523 entre 40 e 59 anos; além de 258 pessoas com 60 anos ou mais. Em relação ao sexo, 819 são do sexo feminino e 635 do masculino.

Ocupação hospitalar

Os dados hospitalares apontam que 41 pessoas, sendo três crianças, estão internadas em Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) e 48 no setor de enfermaria, com quadro compatível à covid-19. A taxa de ocupação é de 48,8% nas UTIs e 35,6% no setor de enfermaria. Outras 4.467 pessoas foram internadas ou atendidas em hospitais do município com quadro suspeito da doença.

Dados comparativos

O mês de setembro apresentou queda em dois indicadores epidemiológicos: média de notificações e média de óbitos. A média diária de notificações em agosto foi de 113.68, com 3.524 casos suspeitos. Em setembro, é de 109.57, contabilizando 3.287 notificações. Em relação às mortes, a média caiu de 0,58 em agosto para 0,43 em setembro. No mês anterior, foram registradas 18. Em setembro, 13 pessoas perderam a vida para a covid. 

Em contrapartida, a média de casos confirmados e de internações aumentou em setembro. Em agosto, 397 pessoas testaram positivo para covid-19, com média diária de 12.81. Em setembro, a média de confirmações é de 14.17. Em relação às internações, os dados indicam aumento na média diária de hospitalizados na enfermaria (47.61 em agosto para 47.68 em setembro) e no CTI (30.48 em agosto para 36 em setembro).

 

Comentários
×