Novas doses chegam a Divinópolis, mas preocupação com atrasados continua

Prefeitura divulga lista de bairros com mais moradores faltosos

 

Da Redação

Divinópolis recebe nesta semana mais vacinas da Pfizer para ampliar a cobertura vacinal. Neste momento, no entanto, a principal preocupação não é o estoque de imunizantes, mas o interesse da população em procurar os pontos de vacinação. A expectativa é que, nos próximos dias, a cidade receba também doses de Janssen para reforçar o esquema vacinal de quem tomou o imunizante na primeira remessa.

 

Janssen

Minas Gerais recebe hoje mais 66.100 doses da vacina, imunizante de dose única. A previsão é que cheguem às 8h35 ao Aeroporto Internacional, em Confins. 

— As doses fazem parte da 72ª pauta de distribuição enviada pelo Ministério da Saúde — informou o Estado.

As vacinas serão transportadas para a Central Estadual da Rede de Frio, onde é feita a logística de distribuição. 

— O repasse às Unidades Regionais de Saúde e posterior entrega aos municípios terá início ainda nesta quinta-feira — destacou.

As doses devem ter como público as pessoas que tomaram a primeira da mesma marca.

 

Nova remessa

A Superintendência Regional de Saúde inicia, nesta manhã, a distribuição de 9.174 doses de Pfizer aos 53 municípios da macrorregião Oeste. Não foi divulgado qual quantitativo Divinópolis receberá.

— Até o momento, 92% da população da macro Oeste recebeu a 1ª dose de um dos imunizantes; 82% delas receberam a segunda dose ou dose única — completou a SRS Oeste.

 

Alerta

A Secretaria de Saúde (Semusa) divulgou ontem a lista dos dez bairros que têm mais moradores com segunda dose em atraso e os dez onde as pessoas já estão aptas a tomar a segunda dose, mas ainda não se cadastraram.

— O objetivo principal da divulgação do ranking com os dez bairros com mais pessoas com segunda dose da vacina contra a covid-19 em atraso e os dez bairros com mais pessoas que já deveriam ter tomado a dose de reforço não é promover competição, mas, sim, a conscientização — justificou.

A pasta voltou a reforçar a importância da segunda e da terceira doses para a garantia de proteção contra o vírus.

— É importante que todos se conscientizem sobre a importância de completar o esquema vacinal com a segunda dose, sem ela o indivíduo não tem a imunização completa. Outro ponto importante é tomar a dose de reforço que oferecerá ainda mais proteção — informa. 

 

Segunda atrasada

O Centro é o primeiro colocado com 375 moradores com segunda dose em atraso. Só esse bairro representa 5,32% das doses atrasadas. O bairro Bom Pastor é o 2º, com 243 pessoas (3,32%). O Niterói está em 3º lugar, com 227 pessoas (3,22%).

São José é o 4º colocado com 206 (2,92%), Catalão é o 5º com 190 (2,69%). O Icaraí está em 6º, com 158 (2,24%). Em 7º, Interlagos com 163 (2,31%), seguido do bairro Belvedere em 8º com 152 (2,16%). Porto Velho está em 9º, com 141 (2%). O 10º é o bairro Santa Rosa, com 135 pessoas (1,91%).

 

Reforço

Novamente, o Centro está em 1º lugar, agora com 1.414 pessoas que já poderiam ter tomado a dose de reforço, o que equivale a 10,61% do total. Em 2º, está o bairro Niterói com 615 para tomar a dose reforço (4,62%) e, em 3º, o bairro Bom Pastor com 421 pessoas (3,16%).

No bairro São José (4º) existem 391 pessoas (2,93%) aptas a receber a dose de reforço, seguido do bairro Interlagos, em 5°, com 371 pessoas para tomar a dose de reforço (2,78%) e, em 6º, está o Porto Velho, com 345 pessoas (2,59%).

O bairro Catalão é o 7º colocado com 312 pessoas que já deveriam ter tomado a dose de reforço (2,34%), Afonso Pena em 8º lugar com 241 pessoas (1,81%), Esplanada em 9º com 232 pessoas (1,74%) e, em 10º, o bairro Belvedere com 220 (1,65%) pessoas aptas a tomar a dose de reforço.

— Podem receber a dose de reforço quem tomou a segunda dose da vacina contra a covid-19 há mais de 150 dias. Não é mais necessário fazer cadastro, é só procurar o drive-thru do Centro Administrativo, das 8h às 16h, de segunda a sexta — explica.

Para saber se já completou esse intervalo, basta acessar o site da Prefeitura e, na área de cadastro para dose de reforço, clicar na opção “Ver quando a dose de reforço estará liberada”. 

 

Documentação

É necessário ter em mãos: documento de identidade com foto, cartão SUS, cartão da unidade de saúde, caderneta de vacinação e comprovante de endereço.

— A falta de qualquer um deles impossibilitará a vacinação — alerta.

No caso de adolescentes, é fundamental a presença de um adulto.

O horário de funcionamento é das 8h às 16h.

 

Comentários
×