Nova traição?

Com a aproximação da eleição da nova Mesa Diretora, a pergunta nos corredores da Câmara é: haverá outra traição? Os questionamentos se referem ao voto de Rodrigo Kaboja (PSD) dado à chapa de Adair Otaviano no ano passado. O líder do governo chegou a montar a sua chapa, mas a traiu, dando a vitória ao emedebista. Certo mesmo é que, nos bastidores, a movimentação em prol da disputa é grande. Houve até pedido de apoio ao prefeito já. 

Cutucou 

Pelo visto, a mágoa do presidente da Câmara, Adair Otaviano (MDB), com o prefeito Galileu Machado, ainda vai demorar a passar. Em seu discurso pós-eleição, ele desabafou sobre sua decepção com o chefe do Executivo que, mesmo sendo do seu partido e, ele (Adair) fazendo malabarismos para apoiá-lo no Legislativo, optou por investir na candidatura do vice-prefeito Rinaldo Valério. Ontem, durante seu discurso, ele voltou a cutucar o chefe do Executivo.

Concorrentes

Adair faz questão de afirmar que disputará a Prefeitura de Divinópolis em 2020, independente de quem entre na disputa. É firme ao enfatizar que Galileu será seu adversário no pleito. Quem apostava que um cafezinho na avenida Paraná resolveria o “Belém, Belém”, se enganou. Pelo visto, a coisa é pior do que se imagina. Como na política se tem que duvidar de tudo, a possibilidade existe, mas...

"Garoto-propaganda" proibido

Romeu Zema sempre foi o "garoto-propaganda" das Lojas Zema e usava a sua imagem para promover o seu negócio no estado. Isso todos sabem. Principalmente aqueles que moram em cidades onde estão instaladas suas lojas. Mas, não é que nos próximos dias, sua foto não será mais vista! Isso mesmo.  O Tribunal Regional Eleitoral de Minas (TRE) determinou ontem a suspensão da divulgação da propaganda do candidato ao governo de Minas em caminhões baús da frota do Grupo Zema. E tem mais. O empresário/candidato não pode mais veicular material impresso com sua imagem em suas lojas. 

Vale tudo mesmo 

Até apelar contra algo que já era feito antes da política.  A decisão tem caráter liminar e foi concedida a favor de Antonio Anastasia (PSDB), adversário de Zema no segundo turno da eleição, que protocolou o procedimento contra o empresário.  Em caso de descumprimento, Zema estará sujeito à multa de R$ 50 mil por dia, estipulada pela juíza Cláudia Aparecida Coimbra Alves, que assinou a liminar. Portanto, cumpra-se.  

Irregular  

“Com relação à propaganda irregular veiculada nos caminhões, tem-se que a divulgação da imagem e nome do candidato Romeu Zema aliada juntamente com o logotipo da empresa do Grupo Zema denotam possível efeito outdoor ambulante, dado o impacto visual, cuja utilização é, em tese, vedada pela legislação eleitoral”, diz um dos trechos da decisão.

Surpreso

O empresário admitiu que foi pego de surpresa com a determinação, e afirmou que vai cumprir a decisão da justiça. 

“Sempre fiz propaganda da minha empresa. Não nos níveis do Ricardo Eletro, mas sempre estive presente, sempre participei, mas se eles determinam, que assim seja feito”, disse o empresário.

Mais chumbo na asa

Romeu Zema também foi alvo de duras críticas ontem na Câmara durante a reunião. Os vereadores Delano Santiago (MDB), Eduardo Print Jr. (SD), Renato Ferreira (PSDB) e Sargento Elton (Patriota) fizeram duras críticas ao candidato do Novo. Eles se disseram impressionados com o plano de governo de Zema. Apenas Sargento Elton citou o nome do empresário, porém, quem está por dentro das eleições absorveu a informação perfeitamente.

Comentários
×