Nova remessa será suficiente para imunizar quem espera pela 2ª dose, afirma Prefeitura

Com imunizante AstraZeneca, Executivo também abre cadastro para vacinação de pessoas com mais de 40 anos que têm comorbidades

Bruno Bueno

As vacinas Coronavac que chegaram à cidade serão utilizadas para imunizar todas as pessoas que estão aguardando a segunda dose na cidade. Segundo a Prefeitura, não se sabe o número exato dos imunizantes, mas a previsão é de que serão suficientes.

— Neste primeiro momento, têm direito a esta vacina todas as pessoas que estão cadastradas para tomar a segunda dose até o dia 8 de maio, seguindo rigorosamente a ordem estabelecida no cadastramento — disse a Prefeitura.

O Executivo também informou sobre a data da vacinação das pessoas que estão com a segunda dose atrasada.

— A data de vacinação para todas as pessoas que estavam agendadas para até dia 7 de maio será amanhã [hoje], e os marcados para o dia 8 de maio, será na quarta-feira, 19, seguindo o dia, horário e local do agendamento original. O restante do cronograma de vacinação ainda será divulgado — afirmou.

Relembre

No último dia 5, a Prefeitura adiou a aplicação da segunda dose de 4.554 pessoas que seriam vacinadas naquela semana.

— É com grande pesar que damos esta notícia à população. Devemos lembrar que, a partir da 8ª remessa, o Governo Federal, através de Nota Técnica, determinou que os municípios utilizassem o total enviado como primeira dose. Já pedimos ao governo de Minas Gerais e à Regional de Saúde que nos envie essas doses, para que rapidamente possamos vacinar essas pessoas — disse Janete à época.

No dia 11, o Executivo informou a chegada de 2.090 doses para o Município, que ainda precisava de mais 2.464 vacinas para conseguir imunizar todos aqueles que estavam com a segunda aplicação atrasada. 

40 anos ou mais

Dando sequência à vacinação contra a covid-19, a Prefeitura abriu, na manhã do último domingo, 16, cadastramento para vacinar o grupo de pessoas com 40 anos ou mais  com comorbidades. O imunizante AstraZeneca é o único disponível para vacinar este grupo.

Apenas pessoas com doenças específicas, que foram definidas pelo Ministério da Saúde, se incluem no grupo especial.  São elas: diabete mellitus, pneumopatia crônica grave (fibrose cística, asma severa etc.), hipertensão arterial (1, 2, 3 e resistente), cardiovasculares (arritmias, valvopatias etc.) ou cerebrovasculares (AVC, aneurisma etc.), imunossuprimidos (HIV, oncológicos etc.), obesidade mórbida (IMC ≥ 40) , cirrose hepática e hemoglobinopatias graves. 

O cadastramento para este público pode ser feito no site da Prefeitura (www.divinopolis.mg.gov.br).

Documentos

A Prefeitura também ressaltou os documentos necessários que devem ser levados na hora da vacinação.

— É necessário ter os documentos de identidade com foto, comprovante de endereço, carteira do SUS ou da unidade de saúde, cartão de vacina e laudo ou declaração médica comprovando a comorbidade — destacou.

Além disso, quem for se vacinar não pode ter recebido outra vacina nos últimos 14 dias, além de não ter tido covid-19 com sintomas nos últimos 30 dias.

Duas mortes

Mesmo com a vacinação avançando, mortes continuam sendo registradas. Ontem foram informados os óbitos de mais duas pessoas em decorrência do coronavírus.

Um homem de 62 anos, portador de hipertensão arterial, e outro homem, de 58 anos, sem comorbidades, morreram no último dia 14. Com os registros, o município chegou a 374 óbitos pela doença ‒ outros quatro são investigados.

Casos

Em boletim epidemiológico divulgado na tarde de ontem, a Prefeitura atualizou o número de casos de coronavírus no Município.

Conforme os dados, são 12.267 casos confirmados da doença, sendo 5.716 em homens e 6.551 em mulheres. O número de registros notificados chegou a 63.146 ‒ 28.795 em homens e 34.351 em mulheres. 2.252 casos já foram descartados e 9.977 pessoas já se recuperaram.

Dados hospitalares

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), existem 100 pacientes internados em CTI suspeitos de covid-19, sendo 59 de Divinópolis e 41 de outras cidades.

Outros 115 pacientes, suspeitos de covid-19, estão internados nas enfermarias. A ocupação dos leitos de enfermaria está entre 67,6%, enquanto os de UTI têm 86,2%. 

O ritmo de contágio da cidade está em 1,27, ou seja, 100 infectados de Divinópolis podem transmitir o vírus para outras 127 pesssoas.





Comentários
×