Nomeações voltam a ser alvos de críticas na Câmara

Maria Tereza Oliveira

Repleta de emoções do início ao fim, a reunião da Câmara de ontem, voltou a falar das nomeações do Executivo. Um dos vereadores que tocou no assunto foi Roger Viegas (Pros). O parlamentar pediu para que o Ministério Público investigue certas nomeações feitas pela Prefeitura.

— Acho que baseado na transparência e nos princípios éticos, uma cidade como Divinópolis, é inadmissível ter uma situação assim — afirmou.

Torre de Babel

Ao Agora, Roger disse que o fato de alguns servidores serem exonerados e nomeados logo em seguida aponta para falta de comunicação.

— Parece que há uma guerra dentro do Governo. Alguém nomeia, outro tira, depois volta de novo. Dá a impressão de que alguém manda e o prefeito aceita, o procurador entra na onda — supôs.

Roger criticou o Executivo e disse que está faltando transparência da Prefeitura para com a Câmara.

Mesma crítica

No protesto realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste de Minas Gerais (Sintram) na quarta-feira, 13, a crítica foi a mesma.

O Sindicato fez a manifestação pelo atraso do 13º salário dos servidores, mas também afirmou que manter tantas nomeações é uma incoerência do prefeito, tendo em vista a dificuldade financeira enfrentada.

Susto

Durante o pronunciamento do vereador Renato Ferreira (PSDB), o diretor do Divinews, Geraldo Passos, que acompanhava a reunião, desmaiou.

De acordo com informações da Câmara, Geraldo estava sentado nos bancos a frente do plenário. Quando ele começou a se sentir mal, foi até as grades chamar o vereador Dr. Delano (MDB), que é médico.

Geraldo desmaiou e caiu dentro do plenário. Ele foi socorrido pelos vereadores, inclusive por Delano. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e o jornalista foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Geraldo passou por alguns exames, mas seu estado se normalizou. A princípio havia a suspeita de princípio de infarto.

O Samu informou que como sofreu uma queda, Geraldo teve de ser imobilizado e encaminhado para a UPA para exames mais complexos.

Comentários
×