Nomeações visam atender a carência em setores, diz Prefeitura

 

Da Redação

A cada semana, o número de nomeações aumenta. Ontem, foram designadas mais 23 pessoas para cargos comissionados. Destas, 16 envolvem recondução de servidores de carreira. Com isso, o número máximo determinado por lei, 220, vai ficando cada vez mais próximo. Na última semana, como reportado pelo Agora, 173 nomeações já haviam sido publicadas; com ontem, esse número subiu para 177 — podendo subir para 180, caso os três exonerados ontem sejam redirecionados para outros cargos.

Apenas na primeira semana deste mês, foram dez novas nomeações. No portal da transparência da Prefeitura, a última atualização contabilizava 171 cargos. Desses, 67 eram ocupados por servidores efetivos; o restante, 104, por comissionados.

Objetivo

Segundo informou a Prefeitura, as reconduções, feitas pelo prefeito Galileu Machado (MDB), visam atender a carência existente em determinados setores da administração.

— A medida é uma recomposição do prefeito de Divinópolis, Galileu Machado, atendendo ao pedido dos secretários das pastas, que esperam desde janeiro as nomeações técnicas — informou.

Novo secretário

Dentre as nomeações está a do ex-comandante regional da Polícia Militar, Marcelo Augusto dos Santos, para o cargo de secretário Municipal de Trânsito e Transporte (Settrans). O ex-secretário, Waldo Martino, está na lista dos três exonerados. Porém, como informado pela Prefeitura na última sexta-feira, 5, ele deve ser nomeado chefe de Gabinete. 

Ioiô

As nomeações já se tornaram tradicionais. Em 19 de novembro, pela segunda vez, a Prefeitura anunciou de forma oficial outro pacote de economia, a fim de equilibrar as contas municipais, prejudicadas pela retenção de repasses do governo estadual. A intenção era de cortar 65 dos 215 cargos comissionados, porém, na prática, foram exonerados apenas 47. O Executivo terminou o último ano com 168 cargos comissionados nomeados.

Já em janeiro deste ano, todos os comissionados foram exonerados. Em um único decreto, 149 foram renomeados, uma redução de 19 cargos em comparação com o fim do último ano. Apesar dos cortes, o número de nomeações voltou a crescer.    

Reconduções

As mudanças de cargos envolvem as pastas de Saúde, Educação, Comunicação, Fazenda, Social, Administração, Cultura, Agronegócio, Meio Ambiente, Serviços Urbanos, Trânsito e fiscalização. Na Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), cinco servidores de carreira terão cargo de confiança.

— A atual Administração valoriza os servidores e, nos últimos anos, 42% dos cargos de confiança foram ocupados por funcionários de carreira. Valorizando os concursados, o município tem uma economia, aproximadamente, de 50%, caso as nomeações fossem de funcionários não concursados — destacou a Prefeitura.

Ainda segundo o Executivo, a reforma administrativa deste ano prevê uma reserva mínima obrigatória de 30% das vagas dos comissionados destinadas para funcionários de carreira.

 

Comentários
×