No 12 de outubro, jovens fazem a alegria de crianças em bairros carentes de Divinópolis

Ação solidária foi organizada por jovens da Paróquia São Judas Tadeu

Paulo Vitor Souza

O Dia das Crianças é historicamente uma das melhores datas para o comércio. Mas a realidade de muitos pequenos não se aproxima em nada de compras e presentes, que a data propõe. Foi pensando nas crianças de bairros periféricos da cidade, que o grupo de Jovens e Adolescentes Unidos a Cristo (JAUC) realizou na manhã desta segunda-feira, 12 de Outubro, a distribuição de sacolinhas com balas e outros doces.

Não é a primeira vez que o grupo se movimenta para o Dia das Crianças. No ano passado, os integrantes percorreram as ruas de bairros como Jardinópolis, Copacabana e Jardim das Acácias. Neste ano não foi diferente, eles saíram em carreata para a distribuição das sacolinhas que foram arrecadadas entre os membros do grupo e pessoas que ajudaram na compra.

— É uma tradição que vem de alguns anos. Em tempos de pandemia, batemos o recorde em doações.  Estamos vivendo um momento tão difícil na economia brasileira e mesmo assim conseguimos realizar esse projeto maravilhoso, não podíamos deixar de fazer, sabendo que tudo estava difícil — diz Maicon Douglas, um dos organizadores da ação.

Mais de 500 sacolinhas de doces foram distribuídas em sete bairros da cidade
Mais de 500 sacolinhas de doces foram distribuídas em sete bairros da cidade (Foto: Divulgação/Jauc)

 

Esperança

Os Jovens Jauc integram a Paróquia de São Judas Tadeu, no bairro que leva o mesmo nome. Ainda segundo Maicon Douglas, embora pareça simples, a arrecadação levou mais de dois meses, o que permitiu montar mais de 500 sacolinhas para as crianças.

— Foram mais de 2 meses trabalhando para conseguir doações, contando com a ajuda de muitas pessoas envolvidas. Saindo pelas ruas da cidade, visitamos sete bairros e distribuímos mais de 500 sacolinhas. A importância dessa ação é levar amor para aquelas crianças, e deixar o dia delas mais feliz, então nossa "sacolinha surpresa" tem esse significado importante — disse.

Com o uso da máscara, os jovens percorreram na manhã desta segunda-feira, as ruas dos bairros Jardim das Acácias, Padre Herculano, Geraldo Pereira, Floresta, Jardinópolis, Nova fortaleza 1 e Nova fortaleza 2.

— Não dá para a gente esperar para ajudar, estender a mão ao próximo. Sabemos que existem tempos de maior dificuldade, mas sempre existirá uma oportunidade de fazer a diferença na vida daqueles que necessitam. Nosso grupo tem um retiro anual, e o tema é “onde a sociedade não vê futuro, anunciamos ressurreição”, então eu acredito que o que fizemos hoje é bem isso, ir até às crianças, porque elas significam muito para o futuro dessa cidade, embora tantas sejam negligenciadas por causa da falta de moradia, saneamento, educação de qualidade e coisas básicas que poderiam dar a elas uma vida melhor — finalizou Maicon  Douglas.

 

 

 

Comentários
×