Nepotismo à la Galileu

Em nenhum momento, este PB ou o Agora publicou que era ilegal o projeto de lei do vereador Rodrigo Kaboja (PSD) sobre o nepotismo, e que acabou virando lei. Falou-se que, no mínimo, era imoral. Se não o fosse, cinco vereadores não teriam se ausentado por motivos até justificáveis, mas cheios de esquisitices com uma pretensa reunião com o próprio prefeito Galileu Machado (MDB), principal interessado na questão. A lei municipal está de acordo com a Súmula do Supremo, mas era realmente preciso? Eis a questão?!

Palmas para Cajuru

O modernismo da administração municipal de Carmo do Cajuru, chefiada pelo prefeito Edson Vilela (PSB), tem replicado tanto nas redes sociais que este PB não poderia deixar passar em branco os elogios feitos pelos moradores da vizinha cidade. Por lá, os projetos que por aqui demoram seis, sete, oito ou mais anos, isto mesmo, esse tempo todo para serem aprovados, não demoram meses para a aprovação, desde que esteja tudo correto.

O que acontece...

...é que o prefeito, pela inteligência e eficácia, eliminou a burocracia e o funcionário, que é pago rigorosamente em dia, tem de trabalhar ou então... Melhor não comentar. Invejando a situação de Cajuru, este PB faz questão de assinalar que o Conselho Municipal de Desenvolvimento foi nomeado e tem o “sonhador” José Elísio Batista como presidente. Seguindo as ideias de Elísio, Edson vem criando uma série de estruturas que têm dado certo e que já garantiram a ida para lá de pelo menos quatro boas indústrias daqui. Como a Prefeitura de Divinópolis não precisa de dinheiro e muito menos de gente eficiente para trabalhar buscando soluções, os vizinhos vêm abocanhando tudo que podem daqui. Por isso, e apenas por isso, as cidades de São Gonçalo, Perdigão, Araújos, Nova Serrana não crescem apenas com os próprios pés. Por lá, existem pessoas de visão, competência e comprometimento. Raul Seixas, mais ou menos pressentiu o futuro desta cidade, na sua música “Quem não tem colírio usa óculos escuros”. Fazer o que, se não existe maneira de pegar água com a peneira?

Ministro acuado

A mensagem é clara e mostra um jornalista de renome encarando um acuado Marco Aurélio Mello, que vem a ser aquele juiz do STF que foi nomeado pelo primo Fernando Collor. Sempre foi considerado forte e de opinião, mesmo porque não “devia” favores a ninguém, já que o primo havia sido defenestrado da presidência. De dois ou três anos para cá, a sua postura mudou de forma radical. Isto somente aconteceu depois que sua filha foi nomeada por Dilma Rousseff, como desembargadora, um alto cargo com um salário invejável “furando” gente mais competente e qualificada.

No programa...

... “Roda Vida” da TV Cultura, José Nêumanne, que não costuma ser condescendente, começou a falar sobre as prisões e as condenações que Sérgio Moro tem dado em Curitiba, enquanto o STF, com deputados e senadores com oito, nove processos, continuam sem qualquer receio, pois sabem que, enquanto estiverem sendo julgados em Brasília, nada acontece. Marco Aurélio teve a infelicidade de perguntar a Nêumanne: “o senhor não acredita no Supremo Tribunal Federal?”. Resposta na bucha: “Não, não acredito!” — Pior, impossível.

Panela

O casal Romero Costa Silva e Vanessa Teixeira de Moraes apresenta um novo conceito de loja para os amantes da gastronomia e da arte de receber. Empreendedores audaciosos e sem medo da palavra crise investem com força e imaginação na imagem da Divina Panela, espaço que recebe convidados especiais hoje, das 20 às 23h, na rua Minas Gerais, 661.

Comentários
×