Não tenha vergonha de ser você mesmo

Carlos Alves Araújo 

Costumo dizer: nasci montado a cavalo em meio às cambaúbas, quis ser doutor não dei conta, fui ser professor, fali. Carreguei pedra e tijolo para ver se conseguia vencer na vida e, depois dos cabelos brancos, virei sapateiro.

 Tirei diploma de grupo em escola de roça com nota ruim. Por uma pretendida de namoro fui chamado de “capiau da roça”. E eu era. Por causa disso resolvi estudar. Deixar de ser “capiau da roça”. Segui em frente estabelecendo caminhos e fazendo a vontade me fazer caminhar. Estudei, fui buscar horizontes que Deus me havia reservado. Por 15 anos fui funcionário público. Professor e Diretor de escolas estaduais. Lutei para ver meus alunos livres do vício do interesse próprio buscando a virtude ética de que tanto este país precisa. Mas, hoje, por não ter um governo que não se governa, torço por um regime forte e ético.

Às vezes, sentia vergonha de mim mesmo, depois de ter tentado influenciar pessoas para terem ética e vergonha na cara e ver frustrada minha tentativa. Depois de ter montado sindicatos, cooperativas, ter ocupado cargos importantes em instituições e não ter dado conta de ter o significo que queria ter, e perceber que neste país a normalidade é o inverso de si mesma, pois a corrupção virou palco de exibição política e social.

O ser honesto me fez perder as oportunidades de me enriquecer, e ficar famoso, mesmo sem ficar importante. Não quis servir-me das possibilidades que tive, pois o poder quete leva ao servir-se é uma situação que não serve.

Lutei pela democracia na época do governo militar. Trabalhei em teatro por cinco anos, fui preso porque em uma parte da peça se falava contra o regime. Na madrugada fui solto. Segui em frente. Procurei ser feliz dentro do respeito humano, sem agredir e não fazer nada daquilo que minha mãe, se fosse viva, diria: que coisa feia. Ela me dizia: filho, nunca tenha vergonha de ser honesto.

 Um dia meu filho, ficou sabendo que eu havia recusado uma propina, chegou perto de mim e disse: pai você esta pessoa mesmo? Gosto muito de ser seu filho. Meus olhos se encheram de lágrimas.

 Não tenho vergonha de ser eu mesmo.

calvesaraujo0089@gmail.com

Comentários