Nadadores do Estrela disputarão Pan-Americano Máster de Natação

José Carlos de Oliveira

Ana Lúcia Santos Rivadávia e Luiz Fernando Marques Pinto, nadadores do Estrela do Oeste Clube, confirmaram presença no Campeonato Pan-Americano Máster de Natação 2018, que será realizado em Orlando, na Flórida (USA), entre os dias 28 de julho a 4 de agosto de 2018.

Esta será a segunda vez que os Estados Unidos organizam o campeonato máster. O Rio de Janeiro sediou a competição em 2011, depois veio Sarasota em 2013, e a última edição foi realizada em Medellin, na Colômbia, em 2015. No campeonato, estão incluídas provas de natação, saltos ornamentais, nado sincronizado, polo aquático e natação em águas abertas, para nadadores acima de 25 anos.

Títulos

Os atletas do Estrela do Oeste conquistaram inúmeros títulos importantes nos últimos anos, o que foi decisivo para a participação no Pan-americano. Ana Lúcia foi campeã Sul-Americana nos 50, 100 e 200 metros peito em 2016, no torneio realizado no Uruguai, e detém os títulos de Campeã Brasileira nos 200 metros medley e vice-campeã nos 50 metros peito em 2015; em 2016 foi vice-campeã nos 50, 100 e 200 metros peito e campeã brasileira nos 200 metros medley e 50 metros peito em 2017, além de vários títulos de campeã mineira.

Já Luiz Fernando conquistou o 5º lugar nos 400 metros medley, o 6º lugar nos 200 metros medley e o 7º nos 100 metros Borboleta, em 2017 no mundial em Budapeste; foi recordista Sul-Americano nos 400 metros medley em 2016 no Uruguai, campeonato em que saiu também com o ouro nas provas 400 metros medley / 200 metros medley / 100 metros medley / 200 metros livre / 100 metros borboleta. O nadador também é campeão Brasileiro 2016 e Campeão Mineiro por vários anos consecutivos.

Rotina de treinos

Os nadadores mantêm em constante treinamento. Ao longo dos últimos 6 meses, os trabalhos — dentro e fora das piscinas —, foram intensificados, numa rotina de treinos por quatro vezes por semana nas piscinas e duas vezes por semana com treino específico de musculação e funcional. Nos dias que antecedem as provas, os nadadores entram no que chamam de “fase de polimento”, em que os atletas desaceleram os treinos para poupar energia para o Pan.

Expectativa

A principal expectativa dos nadadores é superar a própria marca nas provas. A disputa é com o cronômetro, baixar o tempo é o principal objetivo para todo atleta. No Pan-americano, os principais nomes mundiais têm a oportunidade de conquistar títulos inéditos para o seu país e promover quebras de recordes importantes para a natação mundial.

 

Provas que serão disputadas pelos atletas divinopolitanos

 

Ana Lúcia Rivadávia:

200 metros livre

200 metros peito

100 metros peito

50 metros peito

 

Luiz Fernando Marques:

400 metros Medley

200 metros Livre

100 metros Livre

100 metros Borboleta

200 metros Medley

Comentários
×