Mulher suspeita de torturar e matar o próprio filho é presa em Divinópolis

Mãe respondia processo em liberdade; ela foi encontrada no bairro Interlagos, em Divinópolis.

Da Redação 

A Polícia Militar (PM) prendeu na noite desta quinta-feira, 9, uma mulher suspeita de torturar e espancar o próprio filho. O homicído ocorreu em 2012, quando segundo a polícia, Teresa Cristina Acácio, hoje com 33 anos teria violentado e assassinado Otávio César Lidugero, que na época tinha quatro anos de idade. O caso teve grande comoção na cidade e em toda região.

Na época, médicos informaram a suspeita de crime à Polícia. O padrasto de Otávio César em depoimento, disse que o menino teria morrido depois de cair da cama. Exames periciais apontaram indícios de violência física no corpo do garoto. A polícia chegou a prender a mãe e o padrasto, Alberto Gonçalves, que tinha 23 anos no ano do crime. A mãe porém recorreu e pôde responder o processo em liberdade.

A justiça expediu recentemente mandado de prisão contra Teresa, que até então estava sendo procurada. Ela foi encontrada ontem a noite pela equipe policial no bairro Interlagos. Segundo a Polícia ela foi transferida para o presídio Floramar.

O padrastro do garoto,  Alberto Gonçalves, foi condenado, mas hoje já está em liberdade.

 

Mais desdobramentos a qualquer momento.

Comentários
×