Mortes de jovens de 20 a 39 anos aumentaram 300% em Divinópolis

Levantamento se refere ao período entre 7 de janeiro e 11 de maio

Da Redação 

Os casos confirmados e as mortes causadas pela covid-19, aumentaram consideravelmente neste ano em Divinópolis, considerando todas as faixas etárias. No entanto, o que vem preocupando as autoridades em Saúde é o número de jovens acometidos pela doença. O Agora fez um balanço, de acordo com os boletins epidemiológicos divulgados pela Prefeitura. Os números são alarmantes, principalmente nas idades entre 20 e 39 anos, e de 40 a 59 anos. 

Segundo os dados do Município, até o dia 7 de janeiro deste ano haviam sido registrados 1.844 casos confirmados da doença em jovens de 20 a 39 anos, o número passou para 2.593 até 9 de fevereiro; saltou para 3.114 até 9 de março; teve um aumento até 9 de abril passando para 4.199; e até o dia 11 de maio já eram 4.955 casos confirmados de covid-19 nessa faixa etária. No acumulado de janeiro a maio, o aumento de casos é de 168%. 

Além dos casos confirmados, o número de óbitos causados pelo coronavírus também mostra um aumento assustador. De janeiro a maio, as mortes por covid-19 em jovens de 20 a 39 anos passaram de 3 para 12, mostrando um crescimento de 300%. Conforme os dados, em janeiro e fevereiro, os números se mantiveram estáveis com três óbitos registrados; o pico foi entre março e maio, quando as mortes passaram de cinco para 12. 

40 a 59

Os boletins mostraram também um crescimento nos casos confirmados e óbitos em adultos de 49 a 59 anos. Até o dia 7 de janeiro haviam sido confirmados 1.444 casos nesta faixa etária; o número passou para 4.100 até o dia 11 de maio, sendo o pico entre janeiro e fevereiro. Os números representam um aumento de 183%. 

Ainda segundo os índices, os óbitos de pessoas de 40 a 59 anos tiveram um aumento alarmante. De janeiro a maio houve um crescimento de 527%. As mortes confirmadas da doença passaram de 11, até janeiro, para 69, até o dia 11 de maio. O pico de óbitos também foi de março a abril. 

Idosos 

No acumulado de janeiro a maio, os casos confirmados em pessoas com 60 anos ou mais aumentaram 203%; já os óbitos tiveram um crescimento de 200%. Conforme os dados epidemiológicos da Prefeitura, até o dia 7 de janeiro haviam sido confirmados 680 casos da doença em idosos; até o dia 11 de maio já eram 2.062 pessoas com 60 anos ou mais contaminadas. Os óbitos passaram de 94 para 282.

Até a tarde desta segunda, a cidade registrou 374 mortes por covid.

 

Foto/  Divulgação

Legenda/ Vírus contaminou mais jovens nas últimas semanas

Comentários
×