Moda pra vender

BLOCO DE MODA

Wagner Penna

 

Moda pra vender

 

A turma da moda mineira vai se movimentar, nesta semana, com a realização da BH-à-Porter, uma feira em que cada confecção mostra os seus lançamentos no seu próprio showroom. É  a primeira edição depois de março de 2020, quando  teve que ser interrompida no meio em razão do fechamento do comércio da capital por causa da covid-19.

Desta vez, serão 76 marcas participantes e 90 lojistas de todo o país, convidados especialmente para a ocasião. A Coopermoda, entidade  que reúne consultores de moda e realiza o evento, espera movimentar mais do que foi conseguido na última edição ‒ quando as confecções faturaram perto de R$ 4 milhões.
Além de impulsionar as vendas, a importância desse evento é que será um sinalizador para que o calendário fashion de Belo Horizonte seja retomado.

 

VAIVÉM

* A designer Terezinha Santos (que fundou a Patachou) está de volta ao circuito fashion com o lançamento da marca Pronta. A coleção de verão da grife será lançada durante a BH-à-Porter. O diferencial dela é que trabalha com as cores preta e branca – mas acrescentou agora pitadas de vermelho – a pedido de algumas clientes. Vale a pena conferir.

* O pessoal da moda já está a todo vapor para o inverno 2022. A saber: a feira NOVO (em São Paulo) será realizada em novembro com os lançamentos para o frio do ano que vem.  Com as temperaturas baixando, como ocorre agora, certamente as vendas serão muito boas.

PONTO FINAL.

 

A capacidade da moda se reinventar é incrível. Nem bem passou o susto da pandemia e muitas novas marcas estão surgindo no mercado. No mix de participantes da feira BH-à-Porter, algumas marcas jovens estão mostrando pela primeira vez a sua coleção. Isso que é resiliência.  

 

Foto: Divulgação

 

LEGENDA / O estilo da Pronta

Comentários
×