Ministro da Saúde pede demissão e deve ser substituído nos próximos dias

Da Agência Brasil

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pediu demissão do cargo ao presidente Jair Bolsonaro. O general alegou problemas de saúde, segundo informou o jornal O Globo, neste domingo 14.

De acordo com o veículo, Bolsonaro deve trocar o comando da pasta nos próximos dias. Dois médicos cardiologistas estão cotados para o posto: Ludhmilla Abrahão Hajjar, professora da Universidade de São Paulo, e Marcelo Queiroga, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Os nomes estão sendo pleiteados por deputados do Centrão, que compõem a base do governo e consideram que o enfrentamento à pandemia está sendo mal conduzido. Com a volta de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao cenário eleitoral, o bloco estaria com maior força para  pressionar o Palácio do Planalto.

Comentários
×