Ministério das Cidades libera R$ 2 milhões para pavimentações nos bairros São José e Jardim Primavera

Da Redação

O Ministério das Cidades liberou na tarde desta terça-feira, 28, o pagamento junto à Caixa Econômica Federal (CEF) de uma emenda no valor de R$ 2 milhões do deputado federal Jaime Martins (PSD) para a pavimentação de vias dos bairros São José e Jardim Primavera no bairro Santo Antônio dos Campos (Ermida), em Divinópolis. Com essa medida, o ministério autoriza que a Prefeitura comece as obras por meio da superintendência da Usina de Projetos.

Segundo a equipe técnica do Ministério das Cidades, as obras paralisadas do Programa Piloto de Intervenção em Favelas (PPI Favela), que são de 2007, estavam travando a liberação da emenda de Jaime Martins para o mesmo município, que é de 2015. Para o parlamentar, com essa conquista, os principais beneficiados são os moradores.

— Há décadas os moradores do Jardim Primavera foram esquecidos. Lutei por eles. Enfim, depois de muitas reuniões em Brasília, conseguimos desvincular os recursos que estavam presos no Ministério das Cidades e agora a pavimentação do Jardim Primavera e ruas do São José é real. Além disso, com a migração do PPI Favela para o programa Minha Casa, Minha Vida, teremos uma nova realidade na comunidade, melhoria na economia do bairro, na qualidade de vida daquela gente. Trabalhar pelo povo da minha cidade sempre será meu compromisso e, podem contar comigo, que este trabalho não vai parar — disse Jaime Martins, que na última semana esteve em contato com o prefeito Galileu (PMDB) para acertar os trâmites das liberações junto ao Ministério das Cidades e à CEF. 

Habitação

Jaime Martins também foi o responsável pela articulação principal junto ao governo federal da transferência do PPI Favela em Divinópolis para o Minha Casa, Minha Vida. Nos últimos meses, o gabinete do parlamentar em Brasília agendou reuniões com o Departamento Nacional de Habitação da CEF, com a Secretaria Nacional de Habitação do Ministério das Cidades e até com o Ministro das Cidades, para resolver a questão que estava paralisada há quase uma década.

Nesta terça-feira, a Prefeitura de Divinópolis foi comunicada da transferência do projeto do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para o programa Minha Casa, Minha Vida e a sua devida liberação dos recursos, que serão feitos de maneira programada. 

Os projetos do PPI Favela compunham o PAC e eram especificamente para projetos prioritários de investimentos e intervenções em favelas da cidade, mas irregularidades barraram as obras.

De acordo, com nota oficial da Prefeitura, divulgada na tarde desta terça-feira, o superintendente da Usina de Projetos, Julio Campolina, se reunirá com a CEF para tratar dos progressos do programa. 

Comentários
×