Ministério da Saúde promove Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo

Da Agência Minas

Seguindo orientações do Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) realizará, entre os dias 7/10 e 30/11, a Campanha de Vacinação contra o Sarampo no estado. Neste ano, a estratégia de imunização será realizada em duas etapas, que contemplarão os grupos mais acometidos pela doença, com objetivo de interromper a circulação do vírus do sarampo no Brasil.

Ao longo da primeira etapa, que vai de 7/10 a 25/10, será realizada vacinação das crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias) não vacinadas, sendo o Dia D de Mobilização em 19/10. Já na segunda etapa, a ser realizada de 18/11 a 30/11, será o momento para os jovens adultos, com idade entre 20 e 29 anos, se vacinarem. Para essa fase, o Dia D de Mobilização está marcado para 30/11.

A coordenadora estadual do Programa de Imunizações, Josianne Gusmão, reforça que, no caso da chamada ‘dose zero’, disponibilizada a crianças de 6 meses a 11 meses de idade, a mesma não é considerada válida para o Calendário Nacional de Vacinação, havendo a necessidade de a criança receber a vacina aos 12 meses e aos 15 meses de idade.

— As crianças nessa faixa etária, entre 6 a 11 meses, são mais vulneráveis aos casos graves e óbitos causados pelo sarampo. Com base nisso, a medida se justifica, para que possamos ampliar a proteção a todos eles — explica a coordenadora estadual.

Josianne Gusmão ressalta, ainda, que a chamada ‘dose zero’ não substitui aquelas programadas pelo calendário nacional de vacinação da criança. “Além dessa dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade, para a primeira dose, e depois aos 15 meses (1 ano e 3 meses) para a segunda, quando tomarão a vacina tetra viral ou a tríplice viral com varicela", aponta.

A estimativa de não vacinados entre crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias é de 770.545.

Cobertura em Minas

De acordo com dados do período entre 1997 e março de 2019, Minas Gerais apresenta cobertura de 73,67% em pessoas com uma dose da tríplice viral. Já com relação à segunda dose, esse número cai para 41,43%.

Desde o início do ano foram confirmados 30 casos de sarampo em Minas Gerais e o estado está com surto ativo da enfermidade, segundo o Ministério da Saúde. Josianne Gusmão reforça que a vacina é segura e eficaz na prevenção da doença.

— A principal ação da SES-MG, para impedir o avanço da , é manter a população protegida por meio da vacinação, mobilizando esforços para garantia de altas coberturas vacinais — explica.

Mais informações sobre a doença estão disponíveis em: www.saude.mg.gov.br/sarampo.

Comentários
×