Mineiro do Módulo I não terá rodada neste fim de semana

 

José Carlos de Oliveira

O Campeonato Mineiro, sem seu Módulo I, tem uma parada de treze dias sem jogos — por causa do carnaval e da participação dos mineiros na Copa Libertadores —, e só volta a ter partidas nos dias 9 e 10, com a realização da 9ª rodada da fase de classificação.

Em 10º lugar na tabela, o Guarani enfrenta a União Recreativa dos Trabalhadores (URT), em duelo marcado para as 16h de sábado, 9, no estádio Waldemar Teixeira de Faria, no bairro Porto Velho.

Na 10ª rodada, no dia 16, o Bugre volta a jogar em Divinópolis, no Farião, contra o Tombense, e encerra sua participação no estadual no dia 20, uma quarta-feira, frente o América, em confronto que será realizado na Arena Independência, em Belo Horizonte.

Muita conversa

Na terça-feira, 26, os jogadores se reapresentaram ao técnico Gian Rodrigues, no Farião. Antes de um treino técnico tático, o treinador reuniu todo o grupo no centro do gramado, para uma longa conversa.

A atuação do time na manhã de domingo, na derrota para o Tupynambás, em Juiz de Fora, e a necessidade de o Bugre vencer seus dois próximos compromissos, quando será o mandante, foram os temas abordados pelo treinador.

Como terá toda a semana para treinos, a comissão técnica marcou atividades diárias no Farião, até a manhã de sábado, quando os jogadores serão liberados, ganhando a tarde e todo o domingo de carnaval para descanso.

Para hoje, a programação prevê uma atividade técnico tática na parte da tarde, com muito trabalho de finalização e troca de passes, com Gian Rodrigues cobrando dos jogadores atenção com o posicionamento em campo, evitando que o time ofereça espaços para o contra-ataque dos adversários.

Desfalques

Para o duelo contra a URT, no dia 9, o treinador já sabe que será obrigado a promover mudanças na equipe. O lateral esquerdo Magalhães e o meio-campista Renato Xavier levaram o terceiro cartão amarelo no último domingo e terão que cumprir suspensão. O treinador vai usar o longo período de treinamentos para escolher com calma seus substitutos.

Na vaga de Magalhães, na lateral esquerda, o treinador tem somente Vitão como opção, se não quiser improvisar no setor. Já para o lugar de Renato Xavier, o treinador tem alguns nomes para escolher um para compor o meio-campo.

Comentários
×