MINAS TREND

Wagner Penna 

Mais uma edição da Minas Trend foi ao ar, em Beagá, com a moda do próximo verão – vendida em seus quase 200 estandes pelo sistema de pedidos antecipados (em seis meses). É a estratégia da feira mineira. Fora o vaivém da passarela (no total, foram nove desfiles), o ponto alto foi a entrevista do presidente da Fiemg, Olavo Machado Junior, dizendo que em momento de competição tecnológica, precisamos estar um passo à frente dos concorrentes. E as exposições no hall do Expomina (onde a feira ocorreu) mostrou isso – com pulseiras, golas e punhos feitos em 3D, a tecnologia que vai virar o mundo da moda de ponta-cabeça.  O melhor de tudo, é que a feira se revigorou e as vendas foram ótimas – segundo os expositores. Amém! 

MEGAESTANDE 

  Uma boa ideia que algumas marcas tiveram na Minas Trend foi juntar mais de uma grife do mesmo grupo e sob um mesmo espaço expandido. Entre os que optaram por esse modelo, estavam a Fleche d’Or e a JES Plus Culture (que são dos mesmos proprietários) que ‘juntaram suas energias positivas’ e racionalizaram custos. Vale dizer que, no quesito fashion, a Fleche se inspirou na região Cinque Terre (Itália), com o colorido da vila de Monterosso nas estampas e detalhes. Tudo leve e fluido em crepe, jersey, rendas, zibeline, etc. Já a JES buscou nos campos floridos holandeses a referência da coleção com dobraduras, sobreposições, saias blazers, etc. O mega estande esteve cheio de compradores o tempo todo. Sucesso.  

BH-À-PORTER 

  A movimentação da moda mineira continua em abril. Depois da Semana Santa acontece em Beagá a BH-À-Porter (mais exatamente entre os  dias 17 e 28) um movimento da Coopermoda para trazer compradores, em busca do finalzinho das coleções de inverno. Seria como o encerramento “oficial” das vendas de roupas para o frio. Para Nalva Santos, presidente da entidade, as expectativas são boas – inclusive porque tem muito lojista que aproveita a ocasião para se abastecer para o Dia das Mães.   

VAIVÉM 

** A cantora Preta Gil provou sua amizade com o estilista Victor Dzenk e, mesmo com agenda lotada e cansadíssima no pós-carnaval, pousou em Beagá e fechou o desfile do mineiro. No estande dele, foi apresentada coleção plus size que ele fez para ela. Ali também a linha jovem da Thais Dzenk, sobrinha do estilista.  

** Foi sucesso a promoção Ready to Go, que o Sindivest-MG, realizou, mais uma vez, durante a Minas Trend. Os vencedores foram as marcas LED (do Celio Dias), Miêtta (do Flavio Resende), Null & Fields ( da Mariana Luchesi e Luiza Mendonçs) e a Edd27 (do Ed Vianna). 

** Palestra do Fabio Veras no lounge da ‘See Now, Buy Now’ (plataforma de conexão entre lojistas e confecções para vendas virtuais) mostrou porque Minas avança na tecnologia –inclusive de moda. Ele cuida da Fiemg.Lab, que fomenta startups e pesquisa o assunto. 

** A turma que trabalha com pronta-entrega não ficou de fora da movimentação na semana de moda de Beagá. A Associação das Empresas de Moda de Minas (AMEM) organizou tour de compradores – facilitando a vida de quem desejou conhecer (e comprar) as coleções nos showrooms. Como se sabe, as vendas triplicam nesses espaços durante a Minas Trend. 

 PONTO FINAL.

Encerrada a feira mineira, a turma fashion fica de olho nas feiras Casamoda (a ser realizada em São Paulo) e na Veste Rio (que a Vogue promove na Marina da Glória). Como serão realizadas num mesmo período (entre 26 e 30 de abril) todo mundo quer ver como será o movimento de uma e de outra. Será a “guerra fashion” entre o mercado forte e a paisagem linda. Algumas marcas mineiras estarão nas duas. 

 

Comentários
×