Minas Trend 25

A semana da moda mineira foi marcada pela realização da Minas Trend – salão de negócios de moda com lançamentos para o inverno 2020, em Beagá, promovido pela Fiemg. Nesta edição, de número 25, foram realizados seis desfiles, mas o forte do evento são as vendas realizadas pelos setores de vestuário, sapato & bolsa + bijuterias. Em fase de redução de despesas, a ambientação ficou mais limpa – com o tema ‘Tecendo Sonhos’ ligado à sustentabilidade na industria têxtil .

Uma movimentação extra foi a do Congresso Internacional da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit) com presença de muitos empresários da área e do governador Romeu Zema – para surpresa de todos e alegria geral. A turma se sentiu prestigiada. A cadeia têxtil mineira tem (cerca) de nove mil empresas e emprega 125 mil pessoas.

Quanto ao estilo ali mostrado, é o resumo da moda atual: vale tudo. Mas um ponto importante é o retorno da moda dos anos 80 – com muita amplitude, ombros valorizados, brilhos ofuscantes e estampas politemáticas. O vaivém da passarela foi encerrado, com plateia lotada, pelo estilista Victor Dzenk. 

Vaivém

  • As confecções do interior mineiro também tiveram seu espaço na Minas Trend. Além das marcas em alguns estandes, houve visitas de representantes de algumas delas pelos estandes da feira e por pontos-chave da moda de Beagá. Todos levados pelo Sebrae-MG e coordenados pelo Rodrigo Cezário.
  • Outra iniciativa dirigida aos polos do interior foram as palestras realizadas (paralelamente) ao evento em vários municípios onde a Fiemg tem representação regional. É um esforço louvável da entidade. 
  • Uma das presenças na Minas Trend foi do artista Celio Olimpio, que pintou as estampas da nebulosa de Orion para a coleção Victor Dzenk – que são feitas sobre vidro. Ele mora em Lisboa e tem objetos, inclusive, na casa da atriz americana Woopi Goldberg, em Nova York. 

Ponto final. 

Com a temporada do Oktober Fashion (leia-se Vest.Rio, São Paulo Fashion Week e Minas Trend) encerrada, inevitável fazer um rápido balanço negocial. No vaivém carioca, o registro foi de boas vendas. Em Sampa, as feiras paralelas nos showrooms foram dentro do previsto. No evento mineiro, as contas ainda não foram fechadas – mas o movimento (principalmente, a partir do segundo dia) deve apontar boas surpresas. Amém.

 

 

Comentários
×