Minas repassa R$ 4 milhões a Brumadinho e cidades atingidas

 

Da Redação

O governo de Minas Gerais conseguiu, junto ao Ministério da Saúde, uma verba extra de R$ 196 milhões para a área. Ontem, 18, o governador Romeu Zema (Novo) e o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, assinaram um conjunto de portarias garantindo a viabilização do recurso. Do valor total, R$ 4 milhões serão destinados a Brumadinho e mais 17 municípios da região que, de alguma forma, foram afetados pela tragédia do rompimento da barragem.

Recurso

A maior parte da verba, R$ 192 milhões, foi incorporada ao Teto Média e Alta Complexidade (MAC) do Estado. Ou seja, anualmente, o governo de Minas Gerais poderá auxiliar a assistência na urgência e emergência. Possibilita então, a realização de mais cirurgias, consultas, exames e diagnósticos. Outros R$ 2,3 milhões serão destinados para as ações de vigilância, como prevenção e controle de epidemias e combate ao Aedes aegypti.

Durante a assinatura do acordo para a liberação de recursos, estava presente o deputado federal Domingos Sávio (PSDB), único representante da cidade nesta esfera. Segundo ele, a bancada mineira trabalhou em conjunto para conseguir o recurso extra junto à União.

— Diante de uma crise tão grave, com uma herança terrível de bilhões de reais deixada pelo último governo, a saúde pública é minha maior preocupação. Por isso, nos empenhamos em sensibilizar o ministro Mandetta a destinar um apoio emergencial para nosso estado — disse Domingos Sávio.

O deputado federal também foi responsável por destinar R$ 100 mil de uma emenda pessoal a Brumadinho.

— A cidade vive uma tragédia e destinei uma emenda que simboliza o nosso compromisso com a cidade neste momento tão difícil — afirmou.

Samu

Durante a reunião, Domingos Sávio destacou, junto ao ministro da Saúde, a importância do credenciamento do Plano de Ação Regional (PAR) do Serviço de Atendimento de Urgência Móvel (Samu).

— O Samu Oeste já está credenciado, mas a rede de urgência, composta pelos hospitais que atendem ao Samu, ainda não está. E é esse credenciamento que permitirá um adicional de cada repasse do SUS. O ministro assumiu o compromisso de marcar uma audiência nos próximos dias, em Brasília, onde vamos explicar detalhadamente a importância do credenciamento e, assim, esperamos que seja autorizado em breve — explicou o deputado.

Regiões

Além de Brumadinho, outros 17 municípios receberão parte dos R$ 4 milhões. São eles: Betim, Curvelo, Esmeraldas, Felixlândia, Florestal, Fortuna de Minas, Igarapé, Juatuba, Maravilhas, Mário Campos, Papagaios, Pará de Minas, Paraopeba, Pequi, Pompéu, São Joaquim de Bicas e São José da Varginha. Cada uma das cidades citadas irá receber R$ 2,3 milhões, informa o governo.

Comentários
×