Microrregião de Divinópolis vai para onda amarela

Da Redação

A microrregião de Divinópolis avançou para a onda amarela no programa Minas Consciente. De acordo com os indicadores divulgados pelo Governo do Estado no início da tarde desta quinta-feira, 11, a micro está com 17 pontos, e a onda sugerida pelo Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia é válida de 13 a 20 de março. O Agora apurou que o Comitê Municipal está reunido para definir se Divinópolis adere à onda amarela da microrregião, ou segue a onda vermelha definida para a macrorregião Oeste, para a próxima semana.

Conflito

Apesar de a microrregião de Divinópolis ter migrado para a onda amarela, os dados do Executivo Estadual contrapõem os indicadores do Município. De acordo com o Governo do Estado a ocupação dos leitos adulto exclusivos covid-19 na microrregião está em 47%.  

Já a Prefeitura informou que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto tem 25 leitos de CTI adulto no hospital de campanha e, destes, 17 estão ocupados. De acordo com o relatório emitido na tarde desta quarta-feira, 10, destes 17 pacientes, 14 são de outras cidades da região e até de outras regiões, e o restante de Divinópolis.

O Município informou ainda que a enfermaria adulto da UPA está com 100% de ocupação dos seus 12 leitos, e a infantil tem ocupação de 50%, com oito leitos ocupados e oito livres.

— É muito importante que o Estado busque alternativas para a reativação imediata de leitos de hospitais da região que foram desativados no final do ano passado. Esta ação pode melhorar a situação da ocupação de leitos em toda a região para que não seja necessário chegar à onda roxa – reforça.

No entanto, ressalta-se que os números divulgados pelo governo do Estado são da semana passada e os da Prefeitura são desta semana.

Transferências

A transferência de pacientes covid-19 para a macrorregião Oeste continua. De acordo com o governo do Estado, de 5 de fevereiro a 8 de março, foram transferidos 63 pacientes para a macrorregião. Destes, 21 eram da macrorregião Noroeste, 37 do Triângulo Norte, quatro do Sul e um da região Central.

O Executivo Estadual não detalhou a quantidade que cada cidade recebeu de pacientes, mas informou que eles foram encaminhados para hospitais de Divinópolis, Formiga, Pará de Minas, Nova Serrana, Bom Despacho e Lagoa da Prata. Ainda segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), até o momento 35 pacientes receberam alta hospitalar, 15 continuam internados e 13 morreram.

Comentários
×