Meta da vacinação é 60 mil pessoas

 

Da Redação

Divinópolis já está com todas as unidades de saúde abastecidas com vacinas contra a influenza. A campanha teve início ontem e segue até o dia 31 de maio. Segundo o secretário municipal de Saúde (Semusa), Amarildo de Sousa, o público-alvo da 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza deve estar atento ao cronograma, para evitar a superlotação das unidades.

— Pretendemos, com isso, dar mais tranquilidade às faixas etárias na hora da vacinação, para evitar tumulto. O escalonamento propiciará mais conforto porque, como as faixas etárias estão divididas, o número de atendimentos em cada semana ficará menor — explicou o secretário.

Ainda segundo Amarildo, a divisão por grupos se deu de acordo com as prioridades de atendimento.

— Não há necessidade de correria em busca da vacina. Além disso, a escala estabelecida segue uma ordem técnica que observa a real necessidade de imunização— informou.

Datas

Até o dia 30 de abril, serão vacinados gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto) e crianças, entre seis meses e cinco anos. Entre os dias 22 e 26 de abril, também devem comparecer as unidades os trabalhadores da saúde.

Já do dia 29 de abril até 3 de maio, pessoas acima de 60 anos podem receber a vacina. Portadores de doenças crônicas, síndrome de down e outras devem receber a dose entre 6 e 10 de maio. Do dia 13 a 17, as datas são reservadas para a imunização de professores. A partir do dia 20 até o fim da campanha, as unidades estarão abertas para todos os grupos prioritários.

Pessoas com doenças respiratórias graves, como asma grave, que não se enquadrem dentro da faixa etária estabelecida, também podem ser vacinados. Nesses casos, é preciso ter o laudo médico.

O “Dia D”, de mobilização nacional, acontece no dia 4 de maio, quando todos os grupos prioritários podem comparecer às unidades de saúde da cidade para receber a vacina contra a gripe. Segundo Amarildo, a data é oportuna para a conscientização da sociedade sobre a influenza.

— O “Dia D” é o dia de alerta geral, para que as pessoas tomem conhecimento. Nesta data, todos os grupos prioritários podem se vacinar e todas as unidades convencionais estarão abertas — explicou. 

Como já informado anteriormente pela Prefeitura, os pontos de atendimento para vacinação são: as Centrais de Saúde Afonso Pena, Bom Pastor, Central, Centro Social Urbano (CSU), Danilo Passos, Ipiranga, Itaí, Nações, Niterói, Nossa Senhora das Graças, São José e Estratégia Saúde da Família (ESF) Ermida.

Dados

A campanha de vacinação contra a influenza foi antecipada pelo Ministério da Saúde, após o alto número casos registrados. Até 23 de março, já eram 255 ocorrências de influenza no país, sendo 55 mortes. Não houve registros em Divinópolis até o momento.   

Ainda segundo Amarildo, a campanha no último ano foi satisfatória, superando a meta estabelecida pelo Ministério, de vacinar, ao menos, 90% do público alvo. Na época, o grupo prioritário era composto por 52,8 mil pessoas, tendo sido aplicadas mais de 40 mil doses.

Neste ano, a Semusa espera imunizar cerca de 60 mil pessoas.

Mudanças

A principal alteração para a campanha deste ano é a faixa etária infantil. No último ano, apenas crianças com mais de seis meses e que ainda não completaram cinco anos eram abrangidas como grupo prioritário. Neste ano, crianças com menos de seis anos, até os cinco anos, 11 meses e 29 dias, podem tomar a vacina.

Outra mudança foi a alteração da composição da imunização. Ou seja, vacinas produzidas no ano passado não possuem mais efetividade.  

Cartão

É importante que as pessoas, ao buscarem a imunização junto aos postos, levem o cartão de vacina, para manter a caderneta atualizada.

— A campanha também faz a parte de completar o cartão de vacina. Todas as pessoas que têm seu cartão incompleto também podem se dirigir às unidades, tanto durante a semana, na campanha, quanto no Dia D — explicou Amarildo. 

Comentários
×