Mesmo com queda, média de mortes diárias em março é 3ª maior desde 2020

Quatro óbitos foram confirmados ontem; entre as vítimas, uma mulher de 25 anos

Da Redação

Quatro novas mortes por covid-19 de moradores de Divinópolis foram confirmadas na tarde de ontem. Apesar do número, a Prefeitura informou que a média de óbitos diários caiu nos primeiros 20 dias de maio em comparação ao mesmo período de abril e março. Na última atualização do Minas Consciente, por exemplo, a pontuação da Microrregião diminuiu de 29 para 23 pontos, colocando a cidade próxima da onda amarela.

Mortes

As mortes confirmadas ontem pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) ocorreram nos dias 22 (três óbitos) e 21 (um registro).

A primeira paciente, uma mulher de 25 anos, portadora de hipertensão arterial, doença hematológica crônica e asma, morreu no dia 21. 

As demais vítimas foram: homem, de 61 anos, portador de doença cardiovascular crônica; homem, 67 anos, portador de doença cardiovascular crônica; mulher, 67 anos, portadora de diabetes mellitus, hipertensão arterial e doença neurológica crônica.

Segundo os dados da Semusa, “77% das 385 mortes até o momento são de pessoas com idade superior a 60 anos”.

Dados

Abril é, até o momento, o mês com o maior número diário de mortes por covid-19: 4,10. Em março, foi registrado o segundo pior índice: 1,95. Já os números dos primeiros 20 dias de maio revelam um índice menor: 1,84. Mesmo a média registrando queda neste mês, as mortes de maio ficam em terceiro desde abril do ano passado, quando foi registrado o primeiro óbito pela infecção no município. O quarto mês com o maior volume de morte foi janeiro: 1,42.

Os quatro primeiros meses foram os piores nos números de mortes. Foram registrados, em abril 123 óbitos, acompanhado de março (60) e janeiro (44). Fevereiro teve 19 mortes pela covid-19. A pior semana de óbitos pela doença foi entre 28 de março e 3 de abril deste ano, conforme os dados da Semusa. Neste período, foram 40 mortes, recorde até o momento para um período de uma semana.

Os óbitos em relação às idades são maiores para pessoas acima de 60 anos. De acordo com os relatórios da Saúde, foram 295 mortes nessa faixa etária, ou seja, 77% do total. Já entre as pessoas com idade abaixo dos 60 anos foram registrados 90 óbitos. Ainda conforme os números, 54% das mortes são de homens, representando 208 óbitos contra 177 das mulheres.

 




Comentários
×