Mesmo após casos de covid, Câmara tem reunião presencial

Vereadores votam proposta para encontros remotos

Matheus Augusto

Em pouco tempo a Câmara viu o Plenário se esvaziar. Em quase um mês, quatro vereadores precisaram se afastar das atividades legislativas presenciais após testarem positivo para covid-19. Diante do cenário, a Casa retoma suas atividades hoje, às 12h, sem atendimento presencial pelo restante da semana. 

A portaria da Casa permanecerá fechada, funcionando apenas os serviços internos administrativos e dos gabinetes — informou.

Apesar da incerteza sobre a situação, o Legislativo informou que a reunião ordinária de hoje está mantida presencialmente. Não será autorizada a entrada de público. Vereadores com sintomas gripais devem comunicar o Legislativo e permanecer em casa.

De casa

O intuito, porém, é implantar reuniões virtuais, com o intuito de, neste momento, evitar a disseminação do vírus.

— Para que as reuniões da Câmara Municipal sejam realizadas de forma on-line, é necessário que seja mudada a resolução vigente. Portanto, foi protocolado nesta segunda-feira, 3, o Projeto de Resolução CM 003/2021, que institui procedimentos para a realização de reuniões ordinárias e extraordinárias, na modalidade remota, no âmbito da Câmara Municipal de Divinópolis, como solução a ser utilizada durante a emergência de saúde pública relacionada à pandemia da covid-19 e assemelhados — informou, em nota.

A proposta será votada em reunião extraordinária marcada para amanhã, às 14h. Caso seja aprovado, o encontro de quinta já poderá ser realizado remotamente.

Testagem

Uma parceria com a Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) foi anunciada no sábado, 1°. Inicialmente, o processo iniciado ontem testaria 60 servidores, conforme grupo de risco. No entanto, um número maior de testes foi disponibilizado e 110 funcionários devem ser testados até o fim da manhã de hoje. 

O presidente da Casa ainda reforçou seu trabalho em defesa da saúde dos servidores.

— Sabemos da importância de manter a Casa funcionando, mas, primordialmente, queremos que os servidores trabalhem com segurança. Assim, a Câmara já está devidamente sanitizada e os resultados dos testes devem sair essa semana e, tão logo, voltaremos a funcionar normalmente com os atendimentos — destacou.

Positivos

Os primeiros a testarem positivo para a doença foram Ademir Silva (MDB) e Josafá (CDN). Em seguida, na última sexta-feira, 30, Hilton de Aguiar (MDB) e Israel da Farmácia (PDT) também confirmaram a infecção. Segundo a Câmara, os parlamentares estão bem.

Medidas

O Legislativo informou que, desde o início do ano, diversas medidas de prevenção foram adotadas para impedir a disseminação do vírus. Apenas na última semana, por exemplo, seis totens de álcool em gel foram adquiridos e disponibilizados em pontos estratégicos. Além disso, quinzenalmente, as dependências da Casa são higienizadas pela Vigilância Sanitária.

— O horário de funcionamento também foi ampliado, visando o maior espaçamento entre os atendimentos e revezamento de assessores parlamentares, evitando assim a aglomeração em horários de pico. Desta forma, durante a onda vermelha, a Câmara funcionará entre 8h e 18h, tendo atendimentos agendados no período matutino — destacou.

A Câmara ainda informou que, na sexta-feira, após a confirmação dos casos, o expediente foi encerrado às 17h e, ontem, pelo mesmo motivo, não houve atendimentos presenciais para desinfecção do local. Os serviços foram realizados no formato home office.

 

Foto: Divulgação/CMD

Resposta da Câmara a casos de covid-19 foi desinfecção dos ambientes e testagem em servidores

 

Comentários
×