Mercado de trabalho oferece vagas

Jorge Guimarães

Divinópolis terminou 2019 com saldo negativo na criação de vagas de emprego. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do corte das 235 oportunidades formais, a indústria e a construção civil foram as maiores responsáveis pelo número. Mas, mesmo diante de uma situação adversa, o Sistema Nacional de Emprego (Sine) da cidade disponibiliza, diariamente, diversos postos de trabalho formais para a cidade e outras circunvizinhas. O Sine ofertou, ontem, cerca de 44 vagas, com salários variando entre R$ 1.039,00 e R$ 2,400,00, que é o oferecido para a vaga de caldeireiro, para trabalhar na cidade de São Gonçalo do Pará.

Vagas

O destaque entre as oportunidades era para o de entrevistador de campo, com contrato de trabalho temporário de oito meses. Para operador de telemarketing ativo são quatro postos, e dois para montador de estruturas metálicas, mesmo número para balconista, caldeireiro e ajudante de estruturas metálicas. As demais vagas se distribuem entre motorista entregador, torneiro mecânico, motorista de ônibus urbano e chapista de lanchonete.

Candidatos

Os interessados devem procurar a agência do Sine, na rua Goiás, 208, munidos de todos os documentos pessoais. Lembrando que a agência é uma unidade de atendimento governamental e a sua prestação de serviço, para captação de mão de obra, é gratuita.

Minas

Conforme já relatado em reportagem nesta página na edição de ontem, o saldo de empregos em Minas Gerais cresceu 19% em 2019. O destaque foi para o setor de serviços, entre restaurantes, salões de beleza, clínicas médicas e lojas de assistência técnica especializada.

Comentários
×