Mercado de trabalho corta 103 vagas em abril

 

Pablo Santos

O mercado de trabalho divinopolitano cortou vagas em abril. Conforme os dados do Ministério da Economia, indústria, construção civil e comércio finalizaram as oportunidades de trabalho. Somente o setor de serviços abriu vagas formais de emprego no mês passado. No acumulado do ano, o saldo é positivo, mas o volume diminuiu no quadrimestre.

Em abril, as vagas fechadas somaram 103. O resultado é extraído dos 2.138 trabalhadores contratados menos as 2.241 demissões.

O comércio foi o setor com o maior volume de encerramentos de vagas formais no mês passado: 85. A indústria da transformação cortou no mês passado 65 postos de trabalho, acompanhada do setor agropecuário (-16) e a construção civil (-13).

Somente o setor de serviços gerou oportunidades de trabalho no município no mês passado. Segundo o Ministério da Economia, 69 vagas foram criadas no segmento.

Acumulado

Em relação ao acumulado do ano, o saldo é positivo para as oportunidades geradas em Divinópolis. No entanto, a diferença entre o primeiro quadrimestre de 2018 em relação a 2019 é considerável.

De acordo com os dados do Ministério da Economia, foram criadas neste ano 252 vagas de trabalho em Divinópolis. Em 2018, nos quatro primeiros meses, foram abertos 1.042 postos de trabalho.

No acumulado de 2019, o setor de serviços já criou na cidade 353 oportunidades de emprego e a indústria outras 191.

Já o comércio ainda manteve com saldo negativo no ano. O setor fechou em Divinópolis 326 vagas formais.

Brasil

No Brasil foram criados 129.601 empregos com carteira assinada em abril. O saldo do mês passado decorre de 1,374 milhão admissões e 1,245 milhão demissões. Esse foi o melhor resultado para o mês desde 2013. Em abril de 2018, a abertura líquida de vagas havia chegado a 115.898, na série sem ajustes.

 

Comentários
×