Médicos da UPA de Divinópolis recebem salário de novembro

 

Rafael Camargos 

Depois de pagar os fornecedores, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Divinópolis deu um grande passo para sair do sufoco. Os médicos da Santa Casa de Caridade de Formiga receberam o salário referente ao mês de novembro na última quarta-feira, 24. Com o pagamento, ainda falta ser quitada a folha de dezembro. O mês de janeiro ainda não venceu.

De acordo com a prefeitura, a UPA custa mensalmente R$ 1,250 milhão. Desses repasses, R$ 500 mil vêm do Governo Federal, R$ 125 mil do Estado (que deve 16 parcelas ao Município) e os outros R$ 750 mil ficam a cargo da Prefeitura. Os médicos foram pagos com dinheiro dos cofres municipais.

— Os médicos da Santa Casa é que estavam em atraso e foi quitado. A expectativa é que agora chegue a verba garantida pelo deputado Jaiminho Martins [PSD]. A UPA é dividida, vamos colocar em três setores: os servidores da Santa Casa de Formiga; os servidores da Prefeitura; e os médicos. Tanto os servidores da Santa Casa quanto os da Prefeitura estão em dia. O que falta agora é a folha de pagamento dos médicos referente a dezembro. Janeiro ainda não venceu — explicou o diretor de comunicação da Prefeitura, Evandro Araújo.

O superintendente geral da UPA, Geraldinho da Saúde, confirmou que todos os servidores da unidade foram pagos.

Com o pagamento dos médicos e fornecedores, a UPA Padre Roberto começa a dar indícios de melhora. Os medicamentos já começaram a serem repostos e as faltas vêm sendo controladas pela equipe.

 Estado deve

A falta de recursos vindos do Estado tem abalado e contribuído para a atual situação da UPA. Segundo a Prefeitura, o Município não tem dinheiro para manter sozinha a unidade, uma vez que o Estado está devendo 16 parcelas. Os repasses do Governo Federal foram depositados.

O último depósito realizado em benefício da UPA de Divinópolis, feito pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) no valor de R$ 125 mil (relativo à competência de outubro de 2016), ocorreu em junho de 2017. O pagamento referente ao período entre novembro de 2016 e setembro de 2017 aguarda disponibilidade financeira para ser efetuado.

 

 

 

Comentários
×