Mato toma conta de rua e calçadas no bairro Esplanada

 

Ana Laura Corrêa

Imagine chegar ao quintal de casa e encontrar um tamanduá. Foi isso o que aconteceu com um morador da rua São João del-Rei, no bairro Esplanada, em Divinópolis.

Quem relatou o fato foi o instrutor de formação profissional Eustáquio Rodrigues, conhecido como Takin Rodrigues, de 33 anos, que mora na região desde dezembro de 2016.

A via, importante elo entre o Centro da cidade e outros bairros, como São Miguel, São José e Belvedere, está com as calçadas tomadas por mato, segundo moradores da região.

— Desde meados de setembro de 2017, não temos manutenção na rua, apenas a coleta de lixo três vezes na semana — afirmou Takin.

Segundo ele, apenas uma linha de ônibus, que passa de hora em hora, atende quem vive na região, o que faz com que muitos moradores tenham que andar a pé na rua cercada de mato.

— Eu, por exemplo, trabalho a um quilômetro de casa e poderia tranquilamente ir e voltar a pé. No entanto, não há mais possibilidade de transitar por esta rua com segurança. A região, por possuir muitos lotes vagos, está tomada por animais peçonhentos e selvagens. Cobras, lagartos, sapos, aranhas e capivaras já foram encontrados nas casas próximas — relatou.

De acordo com o morador, o problema se estende da Ferrovia Centro Atlântica (FCA) até a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa).

— Muitos pontos do trecho não possuem calçadas e os moradores estão dividindo a via com os veículos. A rua estreita é utilizada por crianças, idosos, mães, por pessoas que cumprem as obrigações enquanto cidadãos e são pagadores de impostos. Não uso a via à noite, mas imagino que, para os que precisam, a situação deve ser apavorante — afirmou.

 Protocolo 

Takin Rodrigues protocolou ontem, 1º, na Prefeitura de Divinópolis, a solicitação de limpeza da rua.

— Agendaram para eu voltar à Prefeitura no dia 29 de março, ou seja, quase um mês depois, para apresentarem uma data de previsão da manutenção — disse o morador.

 Indicação 

O vereador Roger Viegas (Pros) encaminhou solicitação ao presidente da Câmara Municipal de Divinópolis, vereador Adair Otaviano, para que o pedido de limpeza e operação tapa-buracos na rua fosse levado ao prefeito Galileu Machado (MDB).

— Estive lá para ver o mato e também me deparei com uma grande quantidade de buracos. É uma das piores ruas de Divinópolis, posso afirmar — declarou o vereador.

A indicação do vereador foi protocolada na última terça-feira, 27, um dia depois de Takin Rodrigues ter feito uma publicação em uma rede social sobre a situação da rua.

— Fiz o post com o intuito de mostrar o quanto Divinópolis está esquecida, sobretudo, os bairros, pois não vejo esta situação nas áreas centrais da cidade. Isso segrega a população, diminuindo a dignidade de quem precisa passar por esta situação todos os dias — disse.

 Prefeitura 

Procurada pelo Agora, a Prefeitura informou que precisa da colaboração dos moradores para saber as principais demandas dos bairros.

— Para atender aos pedidos da população, a administração municipal implantou canais oficiais para os cidadãos informarem sobre mato alto e várias outras demandas. Pela internet, é através do endereço eletrônico da Prefeitura. Na lateral direita do site, é necessário acessar o link “Cidadão”. Já pelo Setor de Protocolo, o contribuinte pode se dirigir ao prédio da Prefeitura na rua Pernambuco, 60, Centro, no térreo ou ao Centro Administrativo, na avenida Paraná 2.777, Belvedere, e fazer a reclamação pessoalmente das 12h às 18h. Ao fazer a denúncia ou reclamação, o cidadão recebe um número de protocolo para acompanhar todo o processo — declarou por meio de nota.

 

 

Comentários
×