Maria Madalena

JOÃO CARLOS RAMOS 

Maria  Madalena

 

...Aquele que dentre vós estiver  sem pecado, atire-lhe a primeira pedra (João 8:7).

A citação acima se refere ao famoso episódio ocorrido entre os fariseus, escribas, Maria Madalena e o mestre dos mestres, Jesus Cristo. A referida mulher, extraordinariamente linda, chamada Maria Madalena, foi levada  a presença do grande advogado que eles confundiram com um rigoroso juiz.

O motivo? - Havia sido surpreendida em flagrante adultério e queriam que Jesus cumprisse a lei mosaica, punindo-a com o apedrejamento.  Havia surgido, até então, um homem com tanto amor e benevolência como ele e obviamente,seriam surpreendidos com sua súbita mensagem de profunda sabedoria.

Os historiadores se divergem quanto a veracidade deste texto,acerca da protagonista ser Maria Madalena. Não discutamos uma verdade tão singular!

Os homens com que ela havia se prostituído,  seduzidos por sua beleza e sensualidade, aliada a grande necessidade financeira da mesma. Segundo fontes históricas, fidedignas, ela era filha única, órfã de pai e sua mãe se encontrava paralítica e desprovida de bens alimentícios, em desespero de causa, não lhe restou outra alternativa senão aceitar as primeiras propostas ilícitas que apareceram. Daí por diante as portas do  inferno não mais se fecharam, até a chegada do homem que mudaria completamente o rumo de sua vida.

Todos olhavam para suas fascinantes curvas corporais, seus cabelos soltos ao vento e o conjunto dos demais encantos físicos, e sobretudo, sua meiguice inigualável. Naquele momento o "homem da Galiléia", olharia com setas de fogo remidor,  para sua alma pródiga de amor. Ele havia deixado  o trono de marfim,incrustado de ouro e pedras preciosíssimas do além, para ensinar aos homens como atravessar as vestes de uma mulher e penetrar em sua alma carente. Aquele olhar a levou para as alturas, onde moram as águias, nas rochas escarpadas, longe dos predadores de plantão. O silêncio das estrelas seria seu norte. Pela primeira vez na vida ela se sentiu amada e amparada, apenas com um olhar transformador. (Toda mulher quer apenas ser amada, mais nada...)

Jesus não estava preocupado quanto a sua condição social ou comportamental. Para ele todos são iguais perante a lei do amor infinito e ela precisava não de dinheiro e sexo, mas apenas deste amor. O amor transforma tudo. Aquele diamante precisava ser lapidado e mostrado ao mundo o seu brilho por todos os séculos

futuros. Digo em  um poema criado por mim, na madrugada chuvosa de uma noite perfumada: "basta apenas um sopro de amor puro para que uma mulher  se transforme em flor e enfeite nosso ideal..."

Ali estava o homem certo para uma mulher preparada. O lírio ao ser esmagado, seguindo as técnicas milenares,se transforma em  um perfume inigualável. Assim também aquela mulher ao ser esmagada pelos olhares e atitudes desumanas dos adversários,automaticamente foi aprisionada por outro olhar de maceração transformadora e pode exalar o perfume do exemplo e excelência comportamental, sem leis pré-estabelecidas. Aquele olhar mudou radicalmente aquela mulher e até os sete demônios que acompanhavam seu fracasso, se retiraram. Não te conheço,amigo leitor ou amiga leitora,mas aquele olhar te conhece, desde tempos imemoriais, sendo infinito e eterno. Aquele olhar te convida para uma total transformação. A partir desse olhar seus inimigos serão dependentes apenas de sua compaixão. O dinheiro, será apenas para sua sobrevivência confortável. Seus discursos de ódio ou amor fingido, serão sepultados para sempre.

Jesus Cristo te olha e te chama, hoje!

Faça como Maria Madalena, não importando o que dizem sobre você!

Deus te abençoe!

jocarramos@gmail.com



Comentários
×