Mandrix faz tributo à obra de Jimi Hendrix

 

Jorge Guimarães

Divinópolis pode ser considerada uma cidade sertaneja, em termos musicais, porém também tem sua pegada em vários outros ritmos. Do forró, passando pelo hip hop; do funk ao eletrônico, cada tribo tem sua personalidade própria e seu espaço. Desde o fechamento do Cipriano, a galera que curte o bom e velho rock and roll vinha sentido falta de um espaço para escutar os clássicos do gênero, seja ele nacional ou internacional. Foi quando surgiu a Zeppelin Music Bee para a alegria dos “rockers, há cerca de um ano.

E assim, o mês de aniversário da casa não para com mais um fim de semana que promete. Hoje, tem o melhor cover do Jimi Hendrix de Minas Gerais, a banda Mandrix. E no sábado, tem Art Of Monkey, o mais conhecidocover do Arctic Monkeys do país.

Para fechar com chave de ouro, o mês de aniversário, na próxima sexta, 31, tem mega show com Tânia Azze fazendo um belíssimo tributo a cantora e compositora britânica, Amy Winehouse.   

E nas redes sociais, o Jornal Agora está sorteando um par de ingressos para cada dia deste fim de semana. 

Mandrix

A banda Mandrix é hoje a melhor cover de Jimi Hendrix do Brasil e volta a se apresentar na cidade, prometendo um show memorável. A banda, formada por Rafael Motta nos vocais, Léo Lachini na guitarra, Renato Motta no baixo e Glauco Mendes na bateria, foi fundada em 1994 e vem, desde então, fazendo um irretocável tributo à obra de Jimi Hendrix.

Conhecido por fazer um show visceral, o Mandrix promete executar clássicos como “Purple Haze”, “Hey Joe” e “Voodoo Child”, além de releituras “hendrixiana” de Cream, John Lee Hooker e The Doors.

 

 

 

Comentários
×