Mais três

Preto no Branco

O fim de semana foi marcado por convenções partidárias. Duas das três, rumo à Prefeitura, são as chamadas de “puras”, ou seja, quando o candidato e seu vice são do mesmo partido. Gleidson Azevedo e Janete Aparecida, ambos do PSC, e Laiz Soares e Giovana Garrôcho também do mesmo partido, o Solidariedade.  Além dessas duas, a professora Maria Helena (PT) e sua vice, Camila Lacerda  (PCdoB), já estão confirmadas na disputa. Pelo menos por enquanto, já que daqui até as homologações das candidaturas na Justiça Eleitoral muita coisa ainda pode acontecer. O certo mesmo até agora é que não tem nada definido. 

Incertos 

O entra e sai na semana passada de candidatos a prefeito e a vice bagunçou um pouco o que tentava se ajustar em relação às chapas majoritárias. A saída de Jaime Martins (DEM) possibilitou a Fabiano Tolentino (CDN), que até então era seu vice, encabeçar a chapa com apoio irrestrito  do seu ex-companheiro na disputa. Porém, a história ganharia mais um capítulo. O ex-presidente da Acid, Léo Gabriel, do mesmo partido de Jaiminho, colocou seu nome à disposição e foi aceito pelo Diretório Estadual, que não abriria mão de ter seu próprio candidato na corrida à Prefeitura. Até aí tudo certo. Como em ano eleitoral tudo muda como vento, Léo Gabriel, anunciou no fim da tarde de ontem a retirada do seu nome na corrida à Prefeitura. Ele foi orientado por advogados por não ter se descompatibilizado dos seus cargos e conselhos. Além disso, por divergência internas, se desfilou do Democratas. Isso tudo na mesma hora. Ah! ainda tem o fato de o DEM ter fechado com o CDN em apoio a Tolentino. Ficou difícil de entender? Está complicado mesmo. Até os próprios candidatos estão perdidos “igual cego no tiroteio”.

Na convenção 

E o cenário bagunçado segue com a questão do vice de Fabiano Tolentino. A presidente da Acid, Alexandra Galvão, mais cotada, também tem impedimentos eleitorais. A informação de que ela teria aceitado o convite não procede, visto que, segundo a direção do seu partido, o PSB, a decisão sobre a possibilidade da indicação do nome de Alexandra em uma possível chapa ao lado de Fabiano Tolentino só será definida na convenção. Isso foi ontem, às 19h, quando este preto já havia sido finalizado. No entanto, fontes disseram à coluna que dificilmente Alexandra Galvão será a vice de Fabiano, e o nome deve vir do DEM. A promessa é que a confirmação saia ainda nesta semana. Aguardemos.  

Pode piorar 

Com essa confusão de quem fica e quem sai, a definição de quantas chapas realmente vão disputar a Prefeitura só deve sair mesmo no fim do mês. As homologações terminam próximo dia 26, porém os partidos podem entregar a documentação até o dia 28. Assim, até lá, os vices que faltam já serão conhecidos, uns devem entrar e outros sair, para, finalmente, a população conhecer os reais candidatos e poder fazer sua escolha. Opções não vão faltar, pode ter certeza.

A saga dos vices 

A exemplo de Tolentino, Wiil Bueno não tem vice, pelo menos até hoje, quando ocorre a convenção do seu partido, o Progressistas. Mas ele promete anunciar no encontro, marcado para as 18h, e será mais um com chapa completa na disputa pela Prefeitura. Enquanto isso, o atual prefeito Galileu Machado (MDB) e pré-candidato à reeleição ainda está à procura de um vice. A convenção do partido homologou seu nome no último sábado, mas o vice segue em aberto. Conversas de bastidores dão conta de que o vereador Dr. Delano, mesma legenda, comporia com ele a chapa. O que não foi confirmado pela sua assessoria. Mas admitiu que “rolou” a conversa, porém, não há nada definido.   

Fora da política 

De um lado, mais de 300 pré-candidatos estão doidos para entrar para a Câmara, do outro, um atual resolveu deixar a disputa. Matheus Costa (CDN) anunciou que irá em busca de outros projetos e fala em missão cumprida no Legislativo. Confirmou à coluna ter recebido uma proposta irrecusável na iniciativa privada, à qual vai se dedicar nos próximos anos. Afirma não ter fugido de nenhuma luta e sai com a sensação do dever cumprido. Quem acompanha os trabalhos na Câmara e segue Matheus Costa pelas redes sociais deve ter ficado mais surpreso com a notícia do que com a “marmota” que vem sendo parte deste atual cenário político em Divinópolis.

 

Coment√°rios
×