Mais que palavras: palavras indispensáveis

Israel Leocádio da Silva

Olá! Mais uma vez, FELIZ ANO NOVO! Essa foi a frase mais repetida na virada do ano. Acredito que a maioria das pessoas acrescentou a ela outras frases, como: “com saúde”, “com vida”, “com paz” ou coisas semelhantes, que, de alguma forma, nos deixam ligados à recente história do ano que passou. Também acredito que tenha sido difícil, para muitos, dizer: “Feliz ano novo!” – com convicção. Na realidade, existem palavras difíceis de serem ditas e, igualmente, de serem ouvidas (em razão do presente momento). Mas há de se convir que não se pode retirar certas palavras do nosso vocabulário por causa de tempos difíceis. Na realidade, é necessário que se utilize dessas palavras, exatamente por ser difícil o tempo!  

A Bíblia apresenta verdades sobre as palavras citadas. Segundo as Escrituras (em seu contexto), as palavras têm poder para influenciar, poder para curar, poder para ferir, poder para provocar guerras, poder para fazer cessar as guerras etc. Ou seja, há poder nas palavras. Então, ainda que seja difícil dizê-las (ou ouvi-las) é necessário que se diga. Assim como o “feliz ano novo”, quero apontar algumas palavras necessárias para um recomeço, diante do cenário que vivemos. 

Preciso dizer: levante-se! Observe que a forma como este verbo é apresentado dá ao ouvinte a ideia de que “ele deve tomar essa iniciativa”. Esta palavra aparece na Bíblia 14 vezes: três vezes ditas pelos servos do Senhor ao próprio Deus, pedindo-lhe socorro. E 11 vezes ditas por Deus ao homem. Em todas as ocasiões, aquele que ouviu essa palavra (ou observava Jesus dizê-la a outrem), o ouvinte em questão vivia uma terrível crise, dor ou adversidade. O que percebo, ao ler os versos bíblicos, é o Senhor dizendo (àquele que vive a crise): “Você precisa reagir! Você não deve permanecer prostrado! Existe algo que só você pode fazer por você mesmo!”.

Quero motivá-lo a pensar nisso: a mudança começa com uma atitude interna. Quem se prostra já decretou a própria derrota! Se você não tem forças para ficar de pé, fique de joelhos. Mas não fique prostrado! Às vezes até caímos, porém, não devemos permanecer caídos. Então, para um ano novo, digo: levante-se! Pode até parecer impossível. Contudo, a Bíblia afirma (e devemos crer): “Posso todas as coisas naquele que me fortalece” (Filipenses 4.13). Se Aquele que me fortalece é Deus, então posso me levantar!

Outra palavra indispensável é: persevere! Esta palavra é carregada de informações preciosas. Ela possui vários sentidos, como: 

(1) - “Não desista, se você não tentou tudo.” Isso é importantíssimo! Se não se esgotaram as alternativas, então a guerra não acabou, o inimigo não venceu e você não perdeu a batalha. Então, use todas as possibilidades que você enxerga. Tente! Lute! 

(2) – “Não desista porque tentou tudo que estava ao seu alcance.” Você não deve desistir de tentar porque suas (eu disse: SUAS) alternativas se esgotaram. Quando nossa capacidade se esgota, devemos olhar para o lado. Alguém teve mais sucesso. Alguém achou a saída. Então, não seja orgulhoso, aceite ideias. Acredite! Observe! Siga exemplos positivos!

(3) – “Não desista porque suas forças acabaram ou porque somente portas pequenas se abriram.” Nem sempre nossas forças resolverão as coisas. Há uma fonte inesgotável de força em Deus. Beba dessa Fonte! Busque essa Fonte! Quanto à porta, acredite: o tamanho da porta não é o mais importante. O que realmente importa é o que está do outro lado da porta; é o para qual horizonte a porta se abre. Então, siga sem forças! Mas não pare!

Neste ano de 2021, quero dizer algumas palavras importantes para você. Palavras que, por saírem da boca de Deus, são mais que palavras: são vida e poder! Hoje, “levante-se” e “persevere”. Porque aquele que aprende a se levantar nunca permanecerá caído. E aquele que perseverar nunca será achado em derrota.

ileocadiodasilva@yahoo.com

 

Comentários
×