Mãe tranca crianças em quarto e coloca fogo em colchão

 

Rafael Camargos

Parece coisa de novela, mas não é. A Polícia Militar (PM) foi chamada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Nova Serrana, depois que duas crianças de três e cinco anos deram entrada no local com queimaduras em diversas partes do corpo. A responsável em ferir as vítimas: a mãe de 33 anos.

Num primeiro momento ela contou para a polícia que as filhas brincavam no quarto, e em determinado momento ela escutou elas gritarem por socorro. Ao chegar ao quarto, à mãe afirmou que encontrou o colchão pegando fogo e após controlar as chamas encaminhou as duas vítimas para a UPA 24h.

Desmentida

A versão da mãe foi logo desmentida por uma testemunha de 33 anos, que disse para a médica de plantão, de 32, que prestou o atendimento as meninas que crianças afirmaram que sua mãe as trancou em um quarto e jogou um palito de fósforo aceso pela janela, e este atingiu um colchão. Em seguida, ela teria deixado a casa. Em conversa com uma das vítimas, ela confirmou a versão das testemunhas. A mulher foi levada para a delegacia.

Quadro clínico

Segundo relato dos médicos de plantão, uma das crianças se encontrava com 40% do corpo queimado, sendo transferida para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.  

 

Comentários
×