Macrorregião Oeste está com 96% dos leitos de UTI ocupados

Enfermaria apresenta 82%; 27 pessoas aguardam vagas para serem atendidas

Da Redação

A situação dos leitos na região continua preocupante. Mesmo com a melhora considerável nas últimas semanas, que culminou no avanço da área para a onda vermelha do programa Minas Consciente, a macrorregião Oeste ainda está próxima da ocupação máxima de vagas de UTI para atender pacientes com covid.

Segundo dados divulgados ontem pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, por meio da Regional de Saúde de Divinópolis, a região estava com 96,1% (196) de ocupação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para paciente com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) param atender pacientes com covid.  Os de enfermaria, segundo a secretaria, atinge 81,9% (263).

A Superintendência ainda afirmou que existem 27 pessoas aguardando vagas de atendimento.

— Até quinta, aguardavam na fila por um leito de UTI 16 pessoas. Outras 11 por um leito de enfermaria — disse em nota.

Comentários
×