Lojistas apostam no Dia dos Pais para diminuir prejuízo

Sábado terá horário especial no comércio; expectativa é iniciar a recuperação na economia

Da Redação 

Em meio à crise provocada pela pandemia, o momento é de reabertura de mais setores do comércio em diversas cidades do país. E o Dia dos Pais, celebrado neste fim de semana, traz certo alívio ao setor e ao processo de retomada econômica.

Mas, apesar da boa expectativa para o segmento, o consumidor se mostra mais cauteloso na hora de ir às compras. Devido às incertezas com relação ao cenário econômico e por ter tido redução na renda, o valor médio das compras vai girar entre R$ 100 e R$ 150, segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Horário de sábado

Pensando na data como uma forma de alavancar a economia, o comércio de Divinópolis vai abrir neste sábado, 8, das 9h30 às 16h.

— Nós entendemos que esta abertura no próximo sábado é o início de um processo, a cada passo, para uma nova flexibilização do horário para o comércio. E a gente fica agradecido com a avaliação do comitê e com a certeza de que estamos no caminho certo — avaliou o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Divinópolis, Luiz Angelo Gonçalves.   

Expectativa 

A nova flexibilização e a abertura neste sábado trazem aos lojistas expectativa de boas vendas. A data costuma ser uma das mais esperadas do ano e abre as comemorativas do segundo semestre, que têm no Natal a maior em termos de vendas. 

— Para nos adaptarmos a este novo momento, abrimos canais on-line de venda e atendimento ao consumidor. Mas, com esta nova flexibilização no horário do comércio, esperamos que os clientes voltem a optar pelas compras físicas. Estamos contando com isso para aumentar nossas vendas, pois o calor humano é mais saudável e faz parte do cotidiano entre a empresa e consumidor final — avaliou a empresária Cláudia Silva.  

Presentes 

Mais uma vez, as roupas, calçados e perfumes devem ser os presentes mais procurados. Restaurantes, pizzarias e supermercados também esperam um ótimo movimento neste sábado. 

— Estes itens sempre são os mais procurados. Este é o estilo de presente mais comum para a data e, lembrando que diante da crise que vivemos, o consumidor está cauteloso para consumir.  E é importante o lojista oferecer opções de menor custo e conveniência para presentear nas datas comemorativas.  Neste contexto, as promoções fazem parte deste atrativo para consumo — definiu Cláudia Silva. 

Promoções

E promoções não vão faltar para esta data. Quem circula pela região central da cidade e dos shoppings pode encontrar muitas delas. Tem camisas a partir de R$ 19,99, bermudas jeans por R$ 59,99 e muitas outras.

— Sempre presenteio meu pai com roupas, pois agrega mais no cotidiano. Pesquiso as diversas promoções até achar um preço legal e com pagamento à vista, de preferência, para aproveitar algum desconto — disse a comerciária Maria Lúcia Alves.  

Brasil

Embora os efeitos da crise causada pela covid-19 ainda estejam impactando negativamente na renda da população e no cenário de desemprego elevado, 58% dos brasileiros pretendem presentear no Dia dos Pais neste ano, o que significa que 91,2 milhões de consumidores devem ir às compras. É o que aponta pesquisa realizada pela CNDL em parceria com a Offer Wise. Apesar de representar uma queda de 9% nas intenções de compra em comparação ao ano passado, a data deve movimentar R$ 17,9 bilhões na economia. 

Comentários
×