Lojas seguem descumprindo decreto municipal

Pollyanna Martins

Desde a publicação do Decreto que colocou Divinópolis na onda vermelha do Programa Minas Consciente, várias lojas da cidade continuam descumprindo as determinações da norma. Nessa segunda-feira, 4, o Agora, percorreu as principais ruas do centro de Divinópolis e flagrou vários estabelecimentos fazendo atendimento a “meia porta”, e alguns com portas abertas. A situação voltou a se repetir nessa quarta-feira, 6.

De acordo com o Decreto estão autorizados a funcionar somente os serviços considerados essenciais, como:

- Supermercados, padarias, lanchonetes, lojas de conveniência;
- Bares e restaurantes (somente para delivery ou retirada no balcão);
- Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;
- Serviços de ambulantes de alimentação;
- Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;
- Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;
- Vigilância e segurança privada;
- Serviços de reparo e manutenção;
- Lojas de informática e aparelhos de comunicação;
- Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;
- Construção civil e obras de infraestrutura;
- Comércio de veículos, peças e acessórios automotores.

O Executivo afirmou que as fiscalizações estão sendo feitas normalmente. A Prefeitura disse ainda que a reunião do Comitê Regional já está sendo realizada, e a qualquer momento será publicado o posicionamento se o comércio da cidade segue fechado, ou se será reaberto. 

Comentários
×