Licenciamentos de veículos registram queda em Divinópolis

Nenhum caminhão foi emplacado na cidade no mês passado

 

 

Pablo Santos

O mercado de veículos em Divinópolis continua patinando, a exemplo de Minas Gerais. Os emplacamentos na cidade registraram declínio de 24,48% no mês passado, frente ao mesmo período de 2016. No acumulado do ano, a situação é de queda e no confronto com o mês anterior também é de números negativos, de acordo com os dados do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos de Minas Gerais (Sincodiv-MG).

A cidade registrou, no mês passado, 182 unidades licenciadas. No mesmo mês de 2016 foram 241 veículos emplacados – ou seja, queda de 24,48%. Em outro cenário, no acumulado do ano, o percentual é menor, mas a queda se mantém.

De janeiro a julho de 2016, a cidade registrou 1.772 licenciamentos, contra 1.467 no mesmo período deste ano, representando retração de 17,21%.

Em outra base de comparação, os emplacamentos registram nova queda. Em julho frente ao mês anterior, a cidade licenciou 212, o que significa declínio de 14,15%.

Para o presidente do Sincodiv-MG, Camilo Lucian, a queda em julho já era esperada.

— Por ser um mês de férias e também por conta das incertezas do atual cenário político. Para o fechamento do ano, a expectativa de números melhores que em 2016 — afirmou.

No mês passado, nenhum caminhão foi emplacado na cidade e no acumulado do ano são 21 licenciamentos.   No ano passado, a cidade emplacou 34 caminhões de janeiro a julho.

Foram 56 motocicletas emplacadas em julho em Divinópolis, já no ano passado os licenciamentos somaram 87 unidades. Os carros em julho deste ano registraram 102 unidades emplacadas e, no mesmo período de 2016, o resultado foi melhor: 129.

MG 

O segmento de varejo de automóveis e comerciais leves, no mês passado, teve queda de 0,34% em relação a junho, no número de emplacamentos em Minas Gerais. Ao todo, foram emplacadas 7.702 unidades em julho, contra 7.729 emplacamentos em junho. Em relação a julho de 2016, quando foram emplacadas 8.454 unidades, uma queda: 8,89%.

No acumulado de 2017, de janeiro a julho, em relação a 2016, houve retração de 16,73% para todos os setores somados, “automóveis e comercias leves, caminhões e motocicletas”.

 Segmentos 

Para caminhões, o número de emplacamentos em julho apresentou queda de 13,29%. Foram licenciadas 574 unidades em julho, enquanto houve 662 no mês anterior. Já na comparação com os números de julho do ano passado, quando foram emplacados 803 caminhões, houve queda de 28,51%.

O segmento de motocicletas apresentou queda de 4,58% em julho, na comparação com o mês anterior. Foram emplacadas 6.160 unidades em julho, enquanto houve 6.456 unidades em junho. Na comparação com o ano passado, quando foram emplacadas 6.693 motocicletas, a queda é de 7,96%.

 

Comentários
×