Leite volta a ter valorização em MG

 

Pablo Santos 

O valor do litro do leite em Minas Gerais voltou a subir. Foi registrada valorização de 2,64% nos preços em setembro, referente à produção entregue em agosto, conforme o levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Já no Brasil, a alta foi de 1,94% frente à do mês anterior, e de 9,5% em relação à de setembro/18, em termos reais (deflação pelo IPCA de agosto/19).

De acordo com a pesquisa, o litro do leite foi negociado, em média líquida, a R$ 1,39 em Minas Gerais. Nos meses anteriores, foi registrada retração de 3,05% em agosto e de 7,37% em julho.

De acordo com a pesquisa, a redução nos períodos teve como justificativa as dificuldades de repasses por parte da indústria do aumento verificado anteriormente para o mercado final.

Depois de acumular queda de 12,1% em julho e agosto, o preço recebido por produtores se valorizou em setembro. O preço neste mês, referente à captação de agosto, foi de R$ 1,37 por litro na média Brasil líquida, altas de 1,94% (ou de 3 centavos) frente à do mês anterior, e de 9,5% em relação à de setembro de 2018.

Em Minas Gerais, foi verificada alta nos preços de todas as regiões produtivas. O valor médio líquido pago pelo litro de leite na Zona da Mata ficou em R$ 1,32, alta de 0,56%. No valor bruto, média, o aumento ficou em 1,29%, com o litro negociado a R$ 1,41.

No Sul e Sudoeste, o valor do litro chegou a R$ 1,42, na média líquida, representando valorização de 0,81%. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) o preço do leite apresentou aumento de 5%, sendo negociado a R$ 1,36, média líquida.

Já Vale do Rio Doce, a média líquida do leite ficou em R$ 1,30, alta de 1,78%. Valorização também no Triângulo e Alto Paranaíba, com o litro comercializado a R$ 1,42, preço 2,59% maior.

Comentários
×