Lançada 6ª edição da revista Gastronomia

Guia gastronômico reúne dezenas de empresas em variados ramos da alimentação

Da Redação 

Repleta de dicas de culinária e com forte apelo à comida regional, a revista Gastronomia 2020 foi lançada na última sexta-feira, 27, pelo Agora. Em sua 6ª edição, o projeto reuniu os mais diversos serviços culinários de Divinópolis.

Com o tema “Sabores do Divino'', a revista apresenta um pouco dos contratempos que o mercado culinário está enfrentando com as medidas de controle ao novo coronavírus.

Com o isolamento social, o setor culinário na cidade descobriu uma nova oportunidade de sucesso por meio das vendas por aplicativo e delivery. É o que comenta Janiene Faria, diretora do Grupo Agora de Comunicação.

  Em período de pandemia, difícil para uns e, ao mesmo tempo, de oportunidade para outros, surgiram os sabores em forma de deliverys e novas formas de ganhar a vida — disse.

Apesar de todo o transtorno causado pelo atual momento atravessado pelo país, a pandemia se ocupou de revelar novos talentos, fazendo com que a gastronomia entrasse no cotidiano de pessoas que anteriormente não a considerariam como uma fonte de renda.

— Pessoas que nunca fizeram um prato se descobriram em um momento mágico: o de transformar o alimento em pratos fantásticos, com sabor de união, carinho e alegria. Assim, muitas pessoas tiveram oportunidades de conhecer a própria cozinha de casa, pois o tempo já não era mais problema, havia com sobra. Sem saber o que fazer, muita gente aproveitou e transformou o tempo em solução — explicou Janiene Faria.

6ª edição 

A revista Gastronomia é uma iniciativa do Jornal Agora para mostrar e incentivar as mais diversas formas de empreendimento no ramo da culinária. A ideia é valorizar a culinária da cidade, famosa por sua comida de boteco, churrascos e padarias.

Neste ano, a revista se transformou também em um ótimo guia gastronômico para quem deseja conhecer um pouco mais sobre estabelecimentos que sustentam a tradição da comida regional do Centro-Oeste.

Além de ótimas sugestões sobre empresas do ramo, a revista leva até o leitor uma intensa experiência gastronômica por meio de fotografias de pratos que podem ser encontrados nas empresas participantes.

Com um toque de chef, a reconhecida chef de cozinha Tânia Andrade relata um pouco de sua experiência na cozinha, desde o sonho até a realização do objetivo de se tornar uma profissional da culinária.

A colunista Renata Rachid apresenta um pouco do amor que a maioria das pessoas tem pela cozinha, mesmo que sejam apenas cozinheiros de fins de semana ou de durante a semana. Renata também ensina uma deliciosa receita de risoto de funghi. 

Outra colunista que também participa da edição deste ano é Zélia Brandão. Ela provoca uma reflexão acerca do momento vivido pelo mundo e trazido para dentro das cozinhas de restaurantes e outros empreendimentos culinários.

Homenagens 

Homenagens não poderiam faltar. Elas foram para “As Gripinas”, grupo formado por Laurentina Maria, mais conhecida como Fia; Maria Helena, conhecida como Lena; e dona Justina Maria, mãe de nossa colunista Adriana Ferreira.

Em “As Gripinas”, Adriana Ferreira conta um pouco de suas memórias da roça e a experiência marcante de sua mãe e tias na cozinha. O texto faz um relato emocionante de como ainda está a paixão das três senhoras pela cozinha e pelo alimento.

—  Atualmente, elas gostam de ir as três para nossa casa na roça e lá fazem o que a idade ainda permite. Se bem que seus médicos disseram que chegarão aos 120 anos — diz um trecho da homenagem.

Quem também separou uma página da revista para homenagem foi Gustavo Bicalho, um dos idealizadores do “Prato da Casa”. Em “Como será daqui para frente?”, o churrasqueiro relembra a presença de um de seus amigos de churrasco, Henrique, que morreu recentemente.

Receitas

Além de Renata Rachid, quem ensinou receitas foram Lucrécia Donato e o colunista e chef Amnysinho Rachid. Lucrécia explica uma receita natalina de chester de Natal aromatizada com ervas. Já Amnysinho ensina uma deliciosa receita originária da cozinha árabe, o kibe. Vale a pena conferir.

Mercado

O setor de bares e restaurantes movimentou cerca de R$ 250 bilhões em 2018, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). O setor é um dos que mais sofrem os reflexos da crise sanitária enfrentada pelo mundo.

O sucesso do mercado gastronômico é tão grande, que fez crescer, em menos de uma década, a procura por cursos superiores no segmento gastronômico. As matrículas nestes tipos de curso saltaram de 12 mil em 2009 para cerca de 25 mil em 2017, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Por causa de uma gastronomia regional consolidada e um vasto conjunto de técnicas e ingredientes naturais, o Brasil é hoje um dos polos mundiais em gastronomia, que tem deixado de ser apenas a satisfação de uma necessidade humana para também ajudar a sustentar a economia nacional todos os anos.

Confira os participantes da Revista Gastronomia 2020:

O Mió do Pão de Queijo

Tânia Andrade Chef

Divina Panela

Sua Mesa, por Clarice Bahia

Avivar

Delícias da Gi

Gustavo Bicalho

Delícias Gourmet

Giordano José Decorações

Bar & Lanchonete Amazonas

Jhenis Buffet 

Empório Queijjaria 

Hotel Fazenda Palestina

Padaria Pane di Caetani

Artesanato da Carne 

Flex BBQ 

Padaria Floresta

Churrascaria Davinci 

Ana Assis, Wine Sommeliére

Codil Alimentos 

Lucrécia Donato

Restaurante Center Café Gourmet, por Valquíria Martins

Super Mix Hortifruti 

Amnysinho Rachid

Supremo Paladar

Carla Almeida Bolos 

Tõe do Bejo

Sucesso 93,1 FM

Churrasquinho do Alex

Rosa Buffet

Ecko Design

Colégio Anglo

TV Alterosa 

Pousada Mãe D’Água 

Renata Rachid

Zélia Brandão

Adriana Ferreira  

Comentários
×