Laboratório toxicológico reduzirá prazo de resultado de 3 meses para 10 dias

 

Gisele Souto

Com a presença de diversas autoridades ligadas à segurança Pública e de outros segmentos, foi inaugurada ontem, na sede da Delegacia da Polícia Civil em Divinópolis, um laboratório toxicológico. A solenidade foi realizada dentro da reunião de todas as quartas-feiras da Associação para Assuntos de Segurança Pública (Acasp).

Os trabalhos foram abertos pelo presidente da entidade, José Levi, que, em seguida, abriu o microfone para convidados que compunham a mesa de autoridades. O delegado regional, Leonardo Pio, foi quem falou aos convidados sobre a aquisição do laboratório, a qual ele chamou de pontual e de fundamental importância no trabalho dos peritos.

Agilidade

O laboratório vai atender 50 cidades sob subordinação da 21ª Delegacia de Polícia Civil e agilizar o trabalho dos peritos. Anteriormente, as perícias de materiais e exames eram enviados para Belo Horizonte, que possui uma sobrecarga, já que atende diversos municípios mineiros.

A partir de agora, com os trabalhos sendo realizados na regional, o prazo, que antes era de três meses, foi reduzido para apenas dez dias. O laboratório realizará exames em três tipos de drogas: cocaína, maconha e crack; além de perícias em materiais como documentos, armas e munições.

Para a coordenadora da Perícia da Regional, Maria Clara Coelho Furtado, a celeridade no trabalho vai auxiliar não somente no trabalho dos peritos, mas também da Justiça, que receberá os resultados de forma muito mais rápida.

Já o delegado regional Leonardo Pio diz que é uma aquisição sonhada, muito bem planejada e que, agora, torna-se realidade para agregar aos serviços prestados pela Polícia Civil à sociedade.

 

 

Comentários
×