Kaboja quer 'agenda positiva' entre Prefeitura e Câmara

Vereador propôs encontros dos vereadopres com Galileu; opositores questionaram

 Ricardo Welbert 

Rodrigo Kaboja (PSD) é o novo líder do governo na Câmara de Divinópolis. O vereador contou a novidade em primeira mão a alguns colegas que participaram com ele de uma reunião no plenarinho ontem, poucos minutos antes da reunião ordinária das 14h. Em seguida, na tribuna, ele comentou sobre a relação do partido dele com o PMDB de Galileu e falou da busca por uma “agenda positiva” norteada por encontros quinzenais com o chefe do Executivo no que ele chama de “café com o prefeito”.

— Fui convidado e aceitei. Acho que é preciso haver uma agenda positiva entre oposição e situação. Propus ao prefeito que a cada 15 dias todos os vereadores participem de um café da manhã com ele para que todos possam dizer o que pensam sobre diversos assuntos — disse Kaboja, acrescentando que o primeiro café está marcado para segunda-feira, 2, às 8h.

O novo líder parabenizou Edson Sousa (PMDB) pelo recente desempenho da liderança.

— Agradeço ao prefeito Galileu Machado pela oportunidade de ser a voz moderada, sensata e equilibrada do Executivo no Legislativo — declarou Kaboja. 

Logo em seus primeiros minutos como defensor dos feitos do governo peemedebista, Kaboja afirmou que Galileu conseguiu, nos nove primeiros meses do atual mandato, administrar a “mais grave crise financeira vivida por Divinópolis”. Ressaltou os investimentos em infraestrutura feitos pelo atual governo e as viagens que o chefe do Executivo fez a Belo Horizonte para cobrar da concessionária Nascentes das Gerais rapidez nas obras de duplicação dos trechos da MG-050 que cortam o município. 

— Galileu é realmente um trator quando se trata de disposição em construir uma cidade melhor. Coloco à disposição minha experiência de cinco mandatos como vereador e o tempo de aprendizado como presidente da Câmara por quatro meses. Serei um líder com a capacidade de escutar, mas também de me posicionar sem temor — declarou Kaboja. 

Cobranças 

Ao falar sobre problemas da cidade que estarão na mira de sua liderança do governo, Kaboja citou o déficit do Diviprev (a previdência social dos servidores) e pediu melhorias das legislações tributárias para permitir que o Município reforce seu caixa e resolva questões como a paralisação das obras do Hospital Público Regional. Defendeu ainda a definição de um cronograma para que, nos próximos três anos, as propostas saiam do papel e tenham recursos disponíveis para serem viabilizadas. 

Cumprimentos e crítica 

A nova liderança foi elogiada por colegas como Marcos Vinícius (Pros), que disse acreditar que Kaboja exerça “com brilhantismo”. Eduardo Print Júnior (SDD) também parabenizou o colega, mas afirmou que ao longo dos últimos nove meses o Executivo desrespeitou a Câmara. 

— O dinheiro do IPVA e do IPTU estava chegando nas contas do Município, mas agora a ideia é raspar o tacho com colherzinha de plástico. Desde o início do ano venho falando da queda da arrecadação municipal e afirmando que a administração está superlotada na questão dos cargos comissionados e não me deram ouvidos. Agora o novo líder vem falar que está tudo tranquilo? Não está, vereador Kaboja — disse Print.

Dr. Delano (PMDB) criticou Kaboja pela iniciativa de propor encontros em forma de café com o prefeito.

— O novo líder vem com um papo de que vai tomar café cedo com o prefeito? Vá esperando. Eu tenho muito serviço pra fazer de manhã. Tenho mais o que fazer. Ô papo ruim, viu — comentou.

Ânimos exaltados

 Quando a reunião ordinária estava prestes a acabar, o presidente Adair Otaviano (PMDB) criticou o vereador que disse que a Prefeitura pagou R$ 9 milhões em dívidas com o IPTU, sem citar o nome de Edson Sousa, que é o autor do questionamento. Edson pediu direito de resposta e Adair negou, afirmando que não citou o colega nominalmente.

Quando a reportagem foi encerrada, o Agora gravou entrevistas em vídeo com Edson e Adair sobre o desentendimento entre eles. Nas gravações eles trocam acusações. O conteúdo completo está disponível em agora.com.vc.

 

Comentários
×