Kaboja diz estar atarefado e deixa presidência do PSD

 

Ricardo Welbert 

Kaboja renunciou à presidência do Partido Social Democrático (PSD). Ele afirmou estar sobrecarregado de trabalho presidindo duas comissões permanentes: a Financeira e a de Administração Pública.

Ele classificou a decisão como “uma mudança importante” e que contribuirá para melhorar ainda mais o partido e disse que todo o processo consiste em rotatividade de ideias.

— O fato de ter que me dedicar a analisar diversos projetos para emissão de pareceres dascomissões, fazendo intercâmbio constante entre o Legislativo e o Executivo de forma a permitir que as informações agilizem as votações dos projetos, impede-me de continuar à frente da presidência do PSD em Divinópolis — diz.

Kaboja disse que não é preso a cargos e acredita que cada um tem que ter sua oportunidade. Por isso deixa o partido "organizado administrativamente e financeiramente".

— É forte. Talvez o partido mais hoje em Divinópolis, politicamente. O PSD, partido que tem como expressão de liderança maior da nossa região o deputado federal Jaime Martins, elegeu uma bancada forte de três vereadores e terá, nos próximos dias, novidades que deixarão o partido muito bem posicionado no cenário político estadual— afirma.

Janete Aparecida e Ademir Silva são os outros dois vereadores do PSD na cidade. A decisão sobre qual deles será o novo presidente deverá sair na semana que vem.

 

 

Comentários
×