Juízes federais discutem em BH combate à corrupção após a Lava Jato

Da Redação

Entre 11 e 13 de abril, juízes federais que atuam em vários estados discutirão em Belo Horizonte os desafios da Justiça Federal na área penal, especialmente a fiscalização de contratos públicos e o combate à corrupção endêmica após o fim da operação Lava Jato.

Promovido pela Associação de Juízes Federais (Ajufe) e pela direção do Foro de Minas Gerais, o seminário "Macrocriminalidade: desafios da Justiça Federal" acontecerá no teatro do Minas Tênis Clube e abordará questões de direito penal.

Dentre os participantes convidados estão juízes federais responsáveis pela Lava Jato, como Marcelo Bretas e Vallisney de Oliveira; o procurador da República e membro efetivo da Operação em Curitiba, Athayde Ribeiro Costa; o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF); o ex-ministro chefe da Advocacia-Geral da União, Fabio Medina; juristas estrangeiros, dentre outros.

— O seminário tem o objetivo de pensar soluções para o país depois que as investigações como a Lava Jato chegarem ao fim — adianta o coordenador do evento e vice-presidente da Ajufe, André Prado de Vasconcelos.

Para ele, o combate à corrupção sistêmica é o maior desafio na área penal.

A programação completa está disponível no site da Ajufe.

Comentários
×