Janete Aparecida é 1ª mulher a presidir o PSD em Divinópolis

 

Pollyanna Martins 

A vereadora Janete Aparecida assumirá a presidência do Partido Social Democrático (PSD) em Divinópolis. A parlamentar assume a liderança da legenda no lugar de Rodrigo Kaboja (PSD). O vereador deixou a presidência do partido no final de fevereiro e alegou estar atarefado para cumprir as exigências do cargo. Ela é a primeira mulher a assumir a presidência do partido.

– O fato de ter que me dedicar a analisar diversos projetos para emissão de pareceres das comissões, fazendo intercâmbio constante entre o Legislativo e o Executivo de forma a permitir que as informações agilizem as votações dos projetos, impede-me de continuar à frente da presidência do PSD em Divinópolis – justificou.

Durante o seu discurso na reunião ordinária dessa terça-feira, 6, Janete destacou que a atuação do partido no Poder Legislativo será independente. A parlamentar reforçou ainda que a legenda não “fechou com o governo”.

– Ele não é partidário com o PMDB e também não é contrário ao PMDB. Nós trabalharemos de forma independente – garante.

Logo após a posse de Galileu Teixeira Machado (MDB), no dia 1º de janeiro do ano passado, a legenda se mostrou cooperativa com o partido do chefe do Executivo. Com três vereadores na Câmara, foi o voto de Rodrigo Kaboja que garantiu a Adair Otaviano (MDB) a presidência da Câmara. O parlamentar aceitou também o cargo de líder do governo no Poder Legislativo, logo após a renúncia de Edson Sousa (MDB) ao posto em agosto de 2017. E voltou a ocupar a vaga no final de fevereiro, depois de ter renunciado à liderança em dezembro de 2017.

Com uma nova eleição da mesa diretora neste ano, a vereadora afirma que os trabalhos acerca da disputa começarão no segundo semestre de 2018. De acordo com Janete, a sua prioridade neste primeiro momento é fazer a base do PSD.

– Nossa prioridade é colocar uma sala, trazer os nossos filiados de volta, trabalhar as questões da cidade. Esses primeiros seis meses vão ser para a montagem do partido. No segundo, com certeza nós voltaremos a conversar, porque todos os vereadores sabem que a presidência da Câmara fica muito engajada no partido que tem o maior grupo de vereadores, principalmente se eles forem unidos – reforça.

 Indicações 

A parlamentar garantiu ainda que, além de independente, o partido a partir de agora não fará recomendação de votos para os seus vereadores. Segundo Janete, cada um votará de acordo com a sua consciência.

– Acabou carta de recomendação de voto. Nós não faremos isso no PSD. Cada vereador votará conforme a sua consciência, conforme o seu entendimento, conforme a sua vontade, porque o mandato é livre – afirma.

 Mulher 

Além de ser a primeira mulher presidente do PSD em Divinópolis, Janete é neste momento a única representante feminina no Poder Legislativo. Sempre engajada na causa, a vereadora salienta o preconceito ainda sofrido por muitas mulheres na política.

– Além de uma oportunidade de a gente mostrar o nosso trabalho, existe ainda muito preconceito. Eu vi algumas postagens em redes sociais bastante machistas, outras falando que não ia virar nada. Mas eu tenho para mim que, se você quiser fazer realmente um bom trabalho, levanta a cabeça, arregaça as mangas e mostra serviço. Vai fazer, porque é melhor que qualquer palavra – conclui.

 

Comentários
×