Jabuticaba

Eis que é chegada a época desta deliciosa pérola negra, de recheio doce como a vida: a deliciosa jabuticaba. Sei que a fruta já está madura quando começam aparecer no chão suas cascas, trazidas pelos colegas noturnos, os morcegos.

Neste fim de semana, recebi de presente do meu primo Gilberto um balaio de jabuticaba. Sabe aquela coisa de mineiro: “Fui ao sítio e lembrei de você”? Deliciosa e saborosa lembrança!

Se você parar para pensar, vai lembrar que esta frutinha faz parte de sua vida desde que você era bem pequenino. Quem nunca trepou no pé de jabuticaba e se fartou até ficar mole e zonzo de tanto chupar?

Hoje tive a experiência de dar para minha doce Laurinha este néctar dos deuses e ver nos seus lindos olhinhos o pedido de quero mais.

Quando éramos crianças, a mãe sempre dizia “tem que cuspir as sementes, senão entope”. Aí logo vinha outro e dizia: “come uma casca no início e outra no fim que dá certo”.

A última vez que fui ao sítio da tia Alice achei que os pés de jabuticaba tinham diminuído, que não eram tão grandes como na minha infância, mas aí me lembraram que os pés eram os mesmos, eu é que tinha crescido.

Na minha infância, os quintais eram grandes e sempre havia jabuticabeiras em vários deles. Tínhamos umas vizinhas pitorescas, muito bravas e implicantes com as crianças, eram solteironas e acho que isso as fazia mais ranzinzas, para o mal dos pecados, os maiores pés ficavam no quintal delas. Não erámos bem aqueles anjos de crianças, bem ao contrário. Adorávamos chutar a porta da casa delas e sair correndo, quando não fazíamos xixi para marcar espaço. Mas, na época das jabuticabas, parávamos com tudo e nos tornávamos os melhores vizinhos do mundo. Assim, não dava outra, éramos convidados para o deleite das frutas, entrávamos comportados, agradecidos pelo presente, saíamos numa felicidade só, e no outro dia começávamos de novo a velha rotina de chute na porta e xixi marcante.

Hoje, faço pratos deliciosos com estas pequenas e redondas tentações, molho picantes das cascas, geleias, carnes temperadas com a geleia, rocamboles, bolos, nhoques recheados de jabuticabas, pão de queijo recheado de geleia e muito mais, o que não falta é criatividade.

E continuo aqui, no meu quintal, fazendo um enorme esforço para degustar no pé deliciosas jabuticabas, lembrando que a minha é a sexta vez que está dando. Menina da zona é assim mesmo, brilha.

Tok Empreendimento, rua Cristal, 120, Centro.

Comentários
×