Ipem-MG orienta consumidores na compra do material escolar

Da Agência Minas

Tradicionalmente, é no mês de janeiro que muitos pais compram material escolar para a volta às aulas em fevereiro. Para esse objetivo, o Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado de Minas Gerais (Ipem-MG) alerta que 25 artigos escolares, para crianças menores de 14 anos, só podem ser comercializados se tiverem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Segundo o diretor de Metrologia e Qualidade do Ipem-MG, Luiz Marcelo Scalioni, o selo indica que os produtos foram aprovados nos testes e não oferecem riscos à segurança das crianças.

— No momento da aquisição, os responsáveis devem se certificar que os produtos da lista de material apresentam o selo do Inmetro. Também é fundamental que a compra desses artigos seja realizada no mercado formal, mediante emissão da nota ou cupom fiscal, que garante a procedência dos produtos — esclarece Scalioni.

Já os materiais claramente identificados para uso profissional estão isentos da certificação.

Caso a população desconfie ou encontre irregularidades em algum produto, a orientação é não adquirir e registrar o fato na Ouvidoria do Ipem-MG. O relato pode ser realizado por meio do fale conosco, pelo endereço eletrônico ouvidoria@ipem.mg.gov.br ou no telefone 08000-335335.

Confira os produtos que devem ter o selo do Inmetro:

• Apontador;
• Borracha e ponteira de borracha;
• Caneta esferográfica/roller/gel);
• Caneta hidrográfica (hidrocor);
• Giz de cera;
• Lápis (preto ou grafite);
• Lápis de cor;
• Lapiseira;
• Marcador de texto;
• Cola (líquida ou sólida);
• Corretor adesivo;
• Corretor em tinta;
• Compasso;
• Curva francesa;
• Esquadro;
• Normógrafo;
• Régua;
• Transferidor;
• Estojo;
• Massa de modelar;
• Massa plástica;
• Merendeira/lancheira com ou sem seus acessórios;
• Pasta com aba elástica;
• Tesoura de ponta redonda;
• Tinta (guache, nanquim, pintura a dedo plástica, aquarela).

Comentários
×