Invasores furtam cabos das ETEs dos rios Pará e Itapecerica em Divinópolis

Da Redação

A Estação Elevatória de Esgoto (EEE Candidés), unidade de bombeamento que fica no Distrito Industrial de Divinópolis, foi furtada no fim de semana.  Os invasores levaram parte do cabeamento do sistema elétrico da estação, interrompendo sua operação e, consequentemente, impedindo que todo o esgoto da região, que atende vários bairros e o presídio Floramar, chegasse para ser tratado na ETE do Rio Pará, sendo lançados no manancial. A estação recalca o esgoto coletado nos bairros Grajaú, Jardim Candidés, Floramar, parte do Distrito Industrial, São Simão e São Frei Galvão.

Foram furtados os cabos da ligação da unidade e do padrão de entrada de energia. Além disso, os invasores danificaram a estrutura de medição e parte dos painéis da unidade.

A Copasa já acionou a Cemig para restabelecer a energização da unidade. Técnicos da Copasa trabalham para recompor os cabos da parte interna e recuperar as estruturas danificadas.

O superintendente da Unidade de Negócio Centro (Unce), João Martins, ressalta os prejuízos: “Esses furtos prejudicam a operação da ETE e o tratamento de esgoto causando danos para toda a população de Divinópolis além de danos ambientais”, afirma.

Outros furtos

Também no fim de semana, invasores furtaram a ETE da Bacia do Rio Itapecerica em Divinópolis. Os ladrões invadiram a sala elétrica que alimenta toda a unidade e chegaram a remover os pisos sob os quais passavam o cabeamento da estação. Eles também cortaram e levaram parte da fiação do padrão de alimentação geral da unidade e dos equipamentos do sistema de desidratação mecânica do esgoto.

A ETE Rio Itapecerica estava com 90% de suas estruturas concluídas e terminando sua fase de testes operacionais.

Comentários
×