Internações por covid-19 caem pela quinta semana

Divinópolis recebeu ontem mais uma remessa de vacinas contra a doença

Matheus Augusto

A 28ª remessa de vacinas contra covid-19, que chegou a Minas Gerais na última semana, já está em Divinópolis. Com novas doses em estoque, a Prefeitura abriu, no início da tarde de ontem, o cadastro para nascidos em 1971 e, logo depois, para 1972. Além disso, também podem se inscrever gestantes, puérperas, lactantes e pessoas com comorbidades. O cadastro deve ser feito pelo site www.divinopolis.mg.gov.br ou pelo aplicativo App Divinópolis.

Município

A Superintendência Regional de Saúde (SRS) em Divinópolis informou que a macrorregião Oeste recebeu 6.402 Pfizer/BioNTech  e 49.915 AstraZeneca/Fiocruz. Conforme o relatório de distribuição divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Município deve receber pouco mais de dez mil doses, sendo 1.242 produzidas pela Pfizer para aplicação da primeira dose em membros das forças de segurança e para pessoas entre 55 a 59 anos. O restante, quase 9.500 doses da AstraZeneca/Fiocruz, tem como público-alvo a primeira dose para trabalhadores da indústria, da saúde, do transporte coletivo e também pessoas de 55 a 59 anos.

Conforme destaca o governo estadual, caso o Município já tenha completado a imunização de todas as pessoas de um dos grupos prioritários, as doses poderão ser usadas para avançar a vacinação dos demais grupos, respeitando o Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde.

Dados

Atualizado pela última vez na sexta-feira, os dados de imunização na cidade apontam para 120 mil doses aplicadas: 87 mil (1ª dose), 31 mil (2ª) e 1,7 mil (única). 

— Foram recebidas até esta sexta-feira, 2, 126.870 doses de vacinas contra a covid-19, sendo 64.042 doses da CoronaVac (Butantan), 51.140 doses da AstraZeneca (Fiocruz), 1.710 doses da Janssen e 9.978 doses da Pfizer — informou.

Melhora nos indicadores

Passados cinco meses desde o início da vacinação, os indicadores da covid-19 dão sinais de melhora. 

— O Comitê Regional da Covid-19 confirmou, nesta sexta-feira, 2, a melhora nos indicadores da pandemia na macrorregião Oeste e microrregião de Divinópolis. As regras da onda vermelha continuam no plano Minas Consciente do Governo de Minas, mas a pontuação apontou queda nas duas regiões. Segundo este comitê, a macrorregião Oeste estava com 30 pontos e passou para 22 pontos nesta semana. A micro, de 27 para 21 pontos, continuando ainda na onda vermelha — destacou na última sexta-feira.

Na oportunidade, anunciou-se a extensão do horário de funcionamento de bares, restaurantes e afins para até meia-noite, com a entrada de clientes limitada até as 23h.

Outro sinal positivo foi divulgado ontem pela Secretaria de Saúde (Semusa): queda de 23% no número de internações. 

— Desde a semana de 30 de maio a 5 de junho, o número de pacientes internados aponta queda. Neste período, 214 pacientes estavam se recuperando nas unidades hospitalares da cidade. Com as 163 internações registradas de julho, a queda é de 23% — destacou.

Segundo a Prefeitura, é “a quinta semana de declínio das internações”. 

O pior cenário foi entre 28 de março a 3 de abril, período em que 277 pacientes estavam internados, em enfermaria ou CTI, com confirmação ou suspeita de covid-19. Nessa época, a cidade estava classificada na onda roxa do Minas Consciente.

Estado

Segundo o Vacinômetro, ferramenta da Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Minas Gerais, foram aplicadas, até ontem, 7,4 milhões de vacinas de primeira dose, 2,7 milhões da segunda e 25 mil doses únicas.

 

Comentários
×