Infoscip funciona em Divinópolis há um ano

 

Da Redação

Redução de tempo e gastos, além de oferecer mais segurança. Esta é a meta do Sistema de Informações do Serviço de Segurança Contra Incêndio e Pânico (Infoscip), utilizado pelo Corpo de Bombeiros, pioneiro no Serviço de Segurança Contra Incêndio e Pânico (SSCIP).

A ferramenta digital, que deve ser implementada em todo o estado nesta semana, já funciona em Divinópolis há cerca de um ano. O recurso é usado na emissão, conferência e renovação do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

O sistema foi desenvolvido com o objetivo de trazer maior agilidade, praticidade e segurança na elaboração e tramitação de processos de segurança contra incêndio e pânico. Após sua implantação, em 2012, na Região Metropolitana de BH, o sistema passou por uma série de melhorias que possibilitaram o início de sua expansão para as unidades do interior mineiro.

Com a ampliação do serviço, cerca de 25 mil processos digitais por ano tramitarão no Infoscip, proporcionando transparência, segurança, agilidade e redução de custos para o cidadão e para os Bombeiros, segundo o governo do Estado.

A migração de todos os processos impressos para formatos digitais deve ocorrer até 2022.

Vantagens

A ampliação do Infoscip é considerada um marco, pois garante benefícios todos os usuários envolvidos.

O assessor de comunicação do 10º Batalhão do Corpo de Bombeiros, em Divinópolis, tenente Marco Túlio de Oliveira Silva, ratifica o uso da ferramenta pela corporação e explica suas vantagens.

Segundo ele, os engenheiros protocolam os projetos das edificações de forma virtual. Assim, conforme explica, os profissionais não precisam se dirigir ao Batalhão para fazer  o protocolo.

— A análise do projeto é toda feita de forma digital. Pode-se tirar todas as dúvidas pela plataforma. Destaca-se também a transparência, pois o proprietário do empreendimento pode conferir todo o andamento do processo — completa.

O tenente pondera ainda outros benefícios com o uso do Infoscip, como agilidade, economia para o usuário e o Estado, facilidade e desburocratização, já que o pagamento de taxas é reconhecido automaticamente pelo sistema, além de segurança.

Outro ponto destacado no projeto é a liberação de efetivo dos bombeiros, reduzindo, assim, a mão de obra.

Para realizar os protocolos e arquivar todos os documentos impressos era necessário manter uma área de arquivo e vários militares para a organização. Com o armazenamento digital, os militares serão realocados para outras funções.

É referência

O Infoscip foi premiado três vezes e reconhecido em âmbito nacional. O Corpo de Bombeiros foi convidado pelo Sebrae para apresentar o sistema no Seminário Brasil Mais Simples, que ocorreu em 2018, em Brasília (DF), Maceió (AL) e em Natal (RN), como exemplo de boas práticas em tecnologia da informação que facilitam e estimulam a abertura de empreendimentos no país.

Integrado com o sistema da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg), só no último ano, mais de 180 mil empreendimentos foram licenciados pelo Corpo de Bombeiros, o que contribuiu para a posição de destaque que Minas Gerais ocupa no cenário nacional de desburocratização para a abertura de empresas.  

Mais informações no www.prevencaobombeiros.mg.gov.br.

 

Comentários
×