Inferno

João Carlos Ramos

Inferno é originária de "infernus", palavra latina que significa sepultura. Em todas as traduções existem os significados ocultos do idioma, ou seja: "o que eu disse e o que eu quis dizer". Assim sendo, devemos aprofundar nosso entendimento e constatar a realidade do Hades (grego) e Sheol (Hebraico), que possuem o mesmo significado. Para o fácil entendimento, observemos que o ser humano é tríplice em sua essência e, portanto, possui o corpo, a alma e o espírito. O corpo são as vestes do espírito e a alma, sua natureza. Quando morremos, finda-se o corpo, mas o espírito e sua natureza permanecem vivos.

O destino do desencarnado é o inferno ou paraíso, segundo as obras de rejeição ou aceitação das leis divinas. A pirâmide invertida é composta por:  no primeiro andar estão todos os seres humanos vivos. No segundo andar, abaixo, está localizado o local dos tormentos espirituais diversificados, chamado INFERNO. Mais abaixo, a pirâmide se completa com a região chamada TÁRTARO, onde reina Satanás e a terceira parte dos anjos caídos e expulsos pelo arcanjo Miguel, após a rebelião celeste. Nós vivemos nas três dimensões, que são: matéria, luz e tempo. A quarta dimensão é o espaço, e, logo, a quinta dimensão é o cárcere dos reprovados pelas leis divinas no plano terrestre. Abrindo um parêntesis: o ser humano possui o livre arbítrio durante sua peregrinação no mundo e é dada a ele a oportunidade de escolha entre os dois caminhos (Mateus 7:13-14). Quando ele morre, automaticamente é levado ao inferno ou paraíso. Devo acrescentar que ambos os lugares são provisórios, pois o inferno é apenas para o espírito e alma e o paraíso para o espírito e alma, dentro do corpo celeste. Os espíritos aprisionados não possuem corpos terrestres, pois seu último dia houvera chegado na terra e não possuem corpos celestes onde possam descansar. Eles aguardam a segunda ressurreição, quando serão julgados no juízo final e condenados ao lago de fogo. Enquanto isso, as almas perdidas perseguem os espíritos reprovados nos corredores da dimensão maldita, sem luz, matéria e tempo. Afastados do céu e da terra, aqueles espíritos rebeldes são atormentados pelas lembranças. O poeta Dante descreve os nove círculos onde os tormentos acontecem por categorias.

Chegando à porta do inferno ele vê uma placa escrita: "Ó vós que entrais por estas portas, deixai aqui toda esperança!". Não quero amedrontar ninguém, uma vez que estamos na fase mais aguda da covid-19 e temos que consolar e ajudar de todas as formas uns aos outros, mas recordemos que tudo aqui é transitório. O vil metal, não compra a paz. Os amigos só podem ir até o caixão...

A beleza é finita e enganosa, os familiares se separam para viver suas vidas. Só nos resta a consciência de que somos pó e ao pó retornaremos. Em minha singela opinião, a trombeta do castigo da covid-19 está tocando para acordar os habitantes da terra e muitos insistem em não acordar. De acordo com o site WORLDOMETER, permanentemente atualizado, morrem por dia aproximadamente 115 mil pessoas no mundo atual. Subtraindo as crianças que possuem salvação automática, a maioria destes são lançados na dimensão dos horrores que é a quinta dimensão, acima descrita.

Lá estão "os cães, os feiticeiros, os que se prostituem, os homicidas e qualquer que ama e comete a mentira - Apoc.22: 15".  O dia é hoje e a hora é já. Fujam do inferno!

Deus vos abençoe!

jocarramos@gmail.com

Comentários
×